Resolubilidade dos serviços ofertados na estratégia saúde da família: discurso de homens

Autores

  • Saemya dos Santos Palmeira
  • Tallita Moura Pereira
  • Tatiane Lôbo de Almeida
  • Anderson Reis de Sousa
  • Delmo de Carvalho Alencar Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ)

DOI:

https://doi.org/10.18310/2446-4813.2018v4n4p%25p

Palavras-chave:

Estratégia Saúde da Família, Integralidade em Saúde, Saúde do Homem, Saúde Pública

Resumo

Objetivo: Descrever a percepção de homens sobre a resolubilidade dos serviços de saúde ofertados pela Estratégia Saúde da Família. Métodos: Trata-se de estudo qualitativo, em que os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada junto a quinze homens adscritos em área de abrangência de uma equipe da Estratégia Saúde da Família do município de Feira de Santana-BA, Brasil. Os depoimentos foram trabalhados de acordo com a Análise de Conteúdo, segundo Bardin, na qual emergiram as categorias: “Desconhecimento das ações direcionadas à saúde de homens implementadas na Estratégia Saúde da Família” e “Limitações estruturais dos serviços ofertados pela Estratégia Saúde da Família que implicam na resolubilidade e na qualidade do atendimento”. Resultados: Revelaram opiniões heterogêneas quanto aos serviços oferecidos pela referida Estratégia, com predomínio de julgamentos negativos em virtude da dificuldade em conseguir consulta médica e demora na marcação de exames, além da escassez de profissionais e médicos especialistas nos serviços de atenção primária. Conclusão: Constatou-se necessidade de haver reestruturação nas unidades básicas de saúde, bem como na atuação dos profissionais, com vistas a atender as demandas de saúde da população masculina.Palavras-Chave: Estratégia Saúde da Família; Integralidade em Saúde; Saúde do Homem; Saúde Pública.

Biografia do Autor

Saemya dos Santos Palmeira

Enfermeira, Faculdade Nobre. Feira de Santana (BA), Brasil. 

Tallita Moura Pereira

Enfermeira, Faculdade Nobre. Feira de Santana (BA), Brasil.

Tatiane Lôbo de Almeida

Enfermeira, Faculdade Nobre. Feira de Santana (BA), Brasil. 

Anderson Reis de Sousa

Doutorando em Enfermagem e Saúde, Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador (BA), Brasil. 

Delmo de Carvalho Alencar, Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ)

Enfermeiro. Doutorando em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Referências

Silva AN, Silva SA, Silva ARV, Araújo TME, CBA Rebouças, et al. A avaliação da atenção primária a saúde na perspectiva da população masculina. Rev Bras Enferm. [Internet]. 2018;71(2):255-63. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v71n2/pt_0034-7167-reben-71-02-0236.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica (PNAB). Série E. Legislação em Saúde. [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde, 2012;110p. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/geral/pnab.pdf

Machin R, Couto MT, Silva GSN, Schraiber LB, Gomes R, Figueiredo WS, et al. Concepções de gênero, masculinidade e cuidados em saúde: estudo com profissionais de saúde da atenção primária. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2011;16(11):4503-12. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v16n11/a23v16n11.pdf

Gomes R, Rebello LEFS, Nascimento EF, Deslandes SF, Moreira MCN. A atenção básica à saúde do homem sob a ótica do usuário: um estudo qualitativo em três serviços do Rio de Janeiro. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2011;16(11):4513-21. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v16n11/a24v16n11.pdf

Silva CSO, Fonseca ADG, Souza LPS, Siqueira LG, Belasco AGS, Barbosa DA. Integralidade e Atenção Primária à Saúde: avaliação sob a ótica dos usuários. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2014;19(11):4407-15. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/csc/v19n11/1413-8123-csc-19-11-4407.pdf

Fracolli LA, Gomes MFP, Nabão FRZ, Santos MS, Cappellini VK, Almeida ACC. Instrumentos de avaliação da Atenção Primária à Saúde: revisão de literatura e metassíntese. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2014;19(12):4851-60. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v19n12/pt_1413-8123-csc-19-12-04851.pdf

Lima L, Pires DEP, Forte ECN, Medeiros F. Satisfação e insatisfação no trabalho na atenção básica. Esc Anna Nery. [Internet]. 2014;18(1):17-24. Disponível em: http://revistaenfermagem.eean.edu.br/detalhe_artigo.asp?id=993

Jorge MSB, Vasconcelos MGF, Castro Junior EF, Barreto LA, Rosa LRS, Lima LL. Resolubilidade do cuidado em saúde mental na Estratégia Saúde da Família: representação social de profissionais e usuários. Rev Esc Enferm USP. [Internet]. 2014; 48(6):1062-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v48n6/pt_0080-6234-reeusp-48-06-1062.pdf

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo (SP): Edições 70; 2011.

Cavalcanti JRD, Ferreira JA, Henriques AHB, Morais GSN, Trigueiro JVS, Torquato IMB. Assistência integral à saúde do homem: necessidades, obstáculos e estratégias de enfrentamento. Esc Anna Nery. [Internet]. 2014;18(4):628-634. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v18n4/1414-8145-ean-18-04-0628.pdf

Brito RS, Santos DLA. Entraves para a implementação de programas assistenciais dirigidos ao público masculino: visão de profissionais de saúde. Rev enferm UERJ. [Internet]. 2013;21(esp.1):654-9. Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v21nesp1/v21e1a16.pdf

Moura EC, Santos W, Neves ACM, Gomes R, Schwarz E. Atenção à saúde dos homens no âmbito da Estratégia Saúde da Família. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2014; 19(2):429-438. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v19n2/1413-8123-csc-19-02-00429.pdf

Arruda GO, Marcon SS. Reflexões sobre o cuidado ao homem adulto doente no âmbito familiar: uma perspectiva de gênero. Rev Enferm UFSM. [Internet]. 2016; 6(2):298-306. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/19344/pdf

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem: princípios e diretrizes. Brasília: Ministério da Saúde, 2009.

Arruda GO, Corrêa ACP, Marcon SS. Fatores associados aos indicadores de necessidades em saúde de homens adultos. Acta Paul Enferm. [Internet]. 2014; 27(6):560-6. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v27n6/1982-0194-ape-027-006-0560.pdf

Sousa AP, Silva PES, Dias RS, Azevedo PR, Silva LDC. Avaliação da política de atenção integral à saúde do homem. Rev Enferm UFPI. [Internet]. 2015;4(3):65-70. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/4304/pdf

Ferrer-Arnedo C, Santamaría-García JM, Fernández-Batalla M, Salazar-Guerra R. The value of nursing care in the paradigm of chronicity and dependency. New roles and redesigns. Invest Educ Enferm. [Internet]. 2014; 32(3):488-97. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25504415

Moraes VD, Campos CEA, Brandão AL. Estudo sobre dimensões da avaliação da Estratégia Saúde da Família pela perspectiva do usuário. Physis. [Internet]. 2014; 24(1):127-146. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/physis/v24n1/0103-7331-physis-24-01-00127.pdf

Downloads

Publicado

2019-06-30

Edição

Seção

Artigos Originais