A CAPES e o financiamento da formação do médico pesquisador

Hayslla Boaventura Piotto, LUCIANA CALABRÓ

Resumo


Esse artigo tem o objetivo de apresentar o Programa de Bolsa Especial - Doutorado em Pesquisa Médica como uma política pública de alcance nacional, fomentada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, para fortalecimento do Sistema Nacional de Pós-Graduação. Essa ação traz uma estrutura formativa que teve início nos Estados Unidos e chegou ao Brasil por volta de 19958:26, o Programa de Treinamento em Pesquisa Médica. Trata-se de um currículo acadêmico diferenciado que vincula o treinamento científico ao currículo dos alunos de medicina durante a graduação. A partir de 2008 iniciou-se o financiamento dessa metodologia diferenciada da formação médica, que visa “estimular a produção acadêmica e a formação de pesquisadores, em nível de doutorado, por meio de financiamento específico”12. Para o desenvolvimento desse trabalho, como método, foram manipulados dados oficiais concedidos pela fundação pública financiadora do programa, associados a consultas na Plataforma Sucupira. E nos resultados, são apresentados levantamentos sobre a execução dessa política pública, abordando questões de investimento e difusão pelo território Nacional. Como conclusão, foi possível destacar o robusto investimento e empenho da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior para fortalecer a pós-graduação médica do país, bem como, foi possível observar um espelhamento da assimetria regional do Sistema Nacional de Pós-Graduação, com a concentração de médicos doutores titulados nas macrorregiões Sul e Sudeste.


Palavras-chave


Educação Médica; Pesquisador; Política Pública

Texto completo:

PORTUGUÊS

Referências


Gusso D. A Formação de Agentes de Inovação no Brasil: oportunidades e riscos em políticas públicas. In: Negri JAD, Kubota LC. Políticas de Incentivo à Inovação Tecnológica no Brasil. Brasília, DF: Ipea; 2008. p. 503-532.

Velho Léa. O papel da formação de pesquisadores no sistema de inovação. Cienc. Cult. [Internet]. 2007 [acesso em 2020 out 18]; 59(4): 23-28. Disponível em: http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252007000400013&lng=en.

Brasil. Decreto nº 29.741, de 11 de julho de 1951. Institui uma Comissão para promover a Campanha Nacional de Aperfeiçoamento de pessoal de nível superior. Diário Oficial da União. 13 jul. 1951.

Sousa EF. Direito à educação: requisito para o desenvolvimento do país. Brasília: Saraiva; 2010.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior [Internet]. História e missão [acesso em 20 mar. 2018]. Disponível em: http://www.capes.gov.br/historia-e-missao.

Oliveira NA, Alves LA, Luz MR. Iniciação científica na graduação: o que diz o estudante de medicina?. Rev. bras. educ. méd. 2008; 32(3):309-314.

Almeida Júnior A, Sucupira N, Salgado C, Barreto Filho J, Silva MR, Trigueiro D, et al. Parecer CFE nº 977/65, aprovado em 3 dez. 1965. Rev. Bras. Educ. 2005 Dez; 30:162-173.

Oliveira RV. O Programa de Formação em Pesquisa Médica MD-PhD da UFRJ [tese]. Rio de Janeiro (RJ): Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ; 2009.

Costa CLF. O pensamento científico em Bachelard. In: Anais do VI Colóquio Internacional de Educação e Contemporaneidade; 2012 set 20-22; São Cristóvão/SE, Brasil. Universidade Federal de Sergipe; 2012. p.1-13.

Rasslan S. O pesquisador-médico: da academia às parcerias. Rev. Assoc. Med. Bras. [Internet]. 1999; [acesso em 11 jan 19]; 45(2):93-94. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ramb/v45n2/1671.pdf.

Brasil. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. 23 dez. 1996.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior [Internet]. Programa de Bolsa Especial para Doutorado em Pesquisa Médica. [acesso em 20 mar 2018]. Disponível em: http://www.capes.gov.br/bolsas/programas-estrategicos/formacao-de-recursos-humanos-em-areas-estrategicas/pbe-dpm.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior [Internet]. Edital nº 14/2008 – Doutorado em Pesquisa Médica. [acesso em 20 mar 2018]. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/bolsas/Edital_PBE_DPM.pdf.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior [Internet]. Edital nº 62/2014 – Programa de Bolsa Especial para Doutorado em Pesquisa Médica PBE-DPM II. [acesso em 20 mar 2018]. Disponível em: http://capes.gov.br/images/stories/download/editais/17112014-Edital-PBE-DPM-2014-Atualizado.pdf.

Silva CL. Políticas públicas e desenvolvimento local: instrumentos e proposições de análise para o Brasil. Petrópolis: Vozes; 2012.




DOI: https://doi.org/10.18310/2446-4813.2021v7n2p%25p

DOI (PORTUGUÊS): https://doi.org/10.18310/2446-48132021v7n2.3114g644

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Saúde em Redes (ISSN 2446-4813) foi classificada pelo Sistema Qualis-Periódico da CAPES no Quadriênio 2014/2016, período de sua criação, no estrato B1 na área de Ensino, no estrato B4 nas áreas de Enfermagem, Interdisciplinar, Psicologia, Saúde Coletiva e Serviço Social e no estrato B5 nas áreas de Geociências e Medicina II. A Saúde em Redes é indexada na Base LILACS.

Indexada no LatindexDiadorim; Google Acadêmico; DOAJ; COLECIONASUS