Educação e ensino da saúde: ensino formal, não formal e informal

Ricardo Burg Ceccim, Alcindo Antônio Ferla

Resumo


Editorial ao Volume 6, Número 1, 2020.

Palavras-chave


Ensino da Saúde; Saúde Coletiva; Educação em Saúde; Trabalho em Saúde

Texto completo:

PORTUGUÊS

Referências


Barboza TAV; Fracolli LA. A utilização do "fluxograma analisador" para a organização da assistência à saúde no Programa Saúde da Família. Cad. Saúde Pública. 2005; 21(4):1036-1044. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2005000400006.

Ceccim RB, Ferla AA. Educação e saúde: ensino e cidadania como travessia de fronteiras. Trab. educ. saúde. 2008; 6(3):443-456. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462008000300003

Ceccim RB. A emergência da educação e ensino da saúde: interseções e intersetorialidades. Ciênc. Saúde (Porto Alegre). 2008; 1(1):9-23. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faenfi/article/viewFile/3859/2936

Hora DL, Souza CTV. Ensino na saúde: propostas e práticas para a formação acadêmico-pedagógica de docentes. RECIIS – Rev Eletron de Comun Inf Inov Saúde. 2015; 9(4). Disponível em: https://doi.org/10.29397/reciis.v9i4.947

Medeiros CMB, Braga CN, Frutuoso TM, Filipecki ATP Organizadores. Olhares, escritos e memórias: 30 anos do Programa de Vocação Científica. Rio de Janeiro: EPSJV; 2016. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/26217

Seixas CT, Baduy RS, Cruz KT, Bortoletto MSS, Slomp Junior H, Merhy EE. O vínculo como potência para a produção do cuidado em saúde: o que usuários-guia nos ensinam. Interface (Botucatu). 2019; 23:e170627. Disponível em: https://doi.org/10.1590/interface.170627




DOI: https://doi.org/10.18310/2446-4813.2020v6n1p05-09

DOI (PORTUGUÊS): https://doi.org/10.18310/2446-48132020v6n1.3227g471

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Saúde em Redes foi classificada pelo Sistema Qualis-Periódico da CAPES no Quadriênio 2014/2016, período de sua criação, no estrato B1 na área de Ensino, no estrato B4 nas áreas de Enfermagem, Interdisciplinar, Psicologia, Saúde Coletiva e Serviço Social e no estrato B5 nas áreas de Geociências e Medicina II. Novidade 2019: a Saúde em Redes foi aprovada para indexação na Base LILACS.

Indexada no LatindexDiadorimDOAJ; COLECIONASUS