PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES EM CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL COMO AMPLIAÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE

Autores

  • Mayra de Araujo Brum Papa Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Daniela Dallegrave Grupo Hospitalar Conceição
  • Aline Gonçalves Pereira Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.18310/2446-4813.2016v2n4p409-417

Palavras-chave:

Saúde Coletiva, Cuidado, Sistema Único de Saúde

Resumo

Este artigo resulta de pesquisa implementada na Residência Integrada em Saúde do Grupo Hospitalar Conceição. A pesquisa teve como base um projeto investigativo realizado em serviços de saúde mental e de saúde da família. O objetivo central do estudo foi conhecer as Práticas Integrativas e Complementares realizadas nos Centros de Atenção Psicossocial vinculados ao Serviço de Saúde Comunitária do Grupo Hospitalar Conceição. Como objetivos específicos, intencionou identificar espaços potenciais para a realização de Práticas Integrativas e Complementares nos serviços; conhecer as percepções dos profissionais sobre as Práticas Integrativas e Complementares, e refletir sobre os fatores que influenciam esses profissionais a utilizarem ou não as práticas integrativas e complementares nos atendimentos. A metodologia do estudo contou com coleta de informações por meio de entrevistas individuais e aplicação de questionário. Como principais resultados destacam-se o reconhecimento das diferentes modalidades de Práticas Integrativas e Complementares utilizadas, e a ampliação do cuidado em saúde mental proporcionada pelas Práticas Integrativas e Complementares, na medida em que agregam outras maneiras de conceber o corpo nas suas dimensões emocionais, físicas e espirituais.

Biografia do Autor

Mayra de Araujo Brum Papa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Assistente Social, Especialista em Saúde Mental, Mestranda em Saúde Coletiva.

Daniela Dallegrave, Grupo Hospitalar Conceição

Enfermeira, Especialista em Saúde da Família, Mestre em Enfermagem, Doutora em Educação.

Aline Gonçalves Pereira, Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro

Enfermeira, Especialista em Saúde da Família.

Referências

PATRICIO, Zuleica M.; CASAGRANDE, Jacir L.; ARAÚJO, Marízia F. Qualidade de vida do trabalhador – uma abordagem qualitativa do ser humano através de novos paradigmas. 1.Ed. Florianópolis: Editora do Autor, 1999.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS - PNPIC-SUS / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. - Brasília : Ministério da Saúde, 2006. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pnpic.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Notícias: Portaria amplia oferta de PICS. Disponível em: http://dab.saude.gov.br/portaldab/noticias.php?conteudo=_&cod=2297.

SILVA, Luciana; FIRMINO Roberta. Oficinas Terapêuticas no Processo de Reabilitação Psicossocial. Disponível em: http://www.pergamum.univale.br/pergamum/tcc/Oficinasterapeuticasnoprocessodereabilitacaopsicossocial.pdf.

TESSER, Charles Dalcanale e SOUSA, Islândia Maria Carvalho de. Atenção Primária, Atenção Psicossocial, Práticas Integrativas e Complementares e suas afinidades Eletivas. Revista Saúde Soc. São Paulo, v.21, n.2, p.336-350, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v21n2/a08v21n2.pdf.

Downloads

Publicado

2017-05-09

Edição

Seção

Artigos Originais