AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO COMBATE AO TABAGISMO: ANÁLISE DO TABAGISMO E GRAU DE DEPENDÊNCIA DE NICOTINA EM VOLUNTÁRIOS AVALIADOS NA CIDADE DE TERESÓPOLIS/RJ

Johnatas Dutra Silva, Vinicius Baltar de Araòjo, Paula Carvalho Rezende, Raê dos Santos Oliveira, Alba Barros Souza Fernandes, Andrea Serra Grani‚O

Resumo


INTRODUÇÃO: A Organização Mundial de Saúde estima que, a partir de 2020, de cada dez mortes atribuídas ao tabaco, sete acontecerão nos países em desenvolvimento. Diante disto há uma preocupação com o cenário atual, no qual o tabagismo configura-se como uma epidemia, indicando a importância de se estudar o uso do tabaco em países como o Brasil. O Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde (COAPES) é proposto para facilitar os processos de negociação e tomada de decisão que envolvam ações de integração ensino-serviço-comunidade de forma a para favorecer o desenvolvimento de diálogos locais que alimentem as esferas públicas com foco na garantia do direito á saúde dos seus usuários e aproximando o mundo da formação, do mundo do trabalho de modo que esta articulação, ensino-serviço-comunidade, busque mutuamente a melhoria da assistência, da gestão e da formação em saúde. OBJETIVO: Através de atividades sociais desenvolvidas, o objetivo deste estudo foi de identificar o percentual de tabagistas e a dependência a nicotina em voluntários na cidade de Teresópolis-RJ. METODOLOGIA: Este estudo foi desenvolvido com voluntários de ambos os sexos moradores da cidade de Teresópolis que participaram das atividades de educação permanente em saúde desenvolvidas pelos alunos do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Serra dos Órgãos. Como instrumento de pesquisa, utilizou-se um questionário para identificação de dados demográficos, análise da função pulmonar através do pico de fluxo expiratório (Peak Flow) e da dependência a nicotina através do Teste de Fagerström. RESULTADO: A amostra caracterizou-se por 236 voluntários, sendo 77 homens (33%) e 159 mulheres (67%), com idade média de 51 ± 15,5 anos. Dentre os avaliados, 60 eram tabagistas (25,4%) e 27 ex-tabagistas (11,4%) com consumo médio de 2-3 maços/dia, por um período superior a 20 anos de tabagismo. Entre os tabagistas, 45 (75%) apresentaram significativa diminuição do pico de fluxo expiratório e quando avaliados quando ao grau de dependência a nicotina, 27 (45%) apresentavam dependência de moderada a elevada de acordo com a pontuação no Teste de Fagerström. CONCLUSÃO: Através deste trabalho, podemos observar um percentual significativo de voluntários (25%) que se apresentavam tabagistas com um importante grau de dependência a nicotina. O fisioterapeuta tem o importante papel de advertir a população sobre os malefícios do cigarro, pensando e atuando com estratégias de promoção de saúde e educação permanente à diferenciadas que alcancem resultados positivos, através de ações com enfoque na promoção saúde e prevenção de doenças relacionadas ao tabagismo.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.