PROPOSTA DE CHECKLIST DA CIF PARA O MÉTODO PILATES

Rayane Félix Lïbo Monteiro, Andréa Costa de Oliveira, Maria de Carvalho Dantas Alves, Jader Pereira de Farias Neto

Resumo


INTRODUÇÃO: No Pilates utiliza-se de avaliação cinético funcional, como forma de investigar a condição de saúde do paciente. Aliado a isso, também são usados instrumentos de avaliação validados para diversas condições de saúde, no entanto não são específicos para o Pilates. Com isso, surge a necessidade de um instrumento para classificar a condição de saúde do paciente, como é proposto pela Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) e, assim facilitar a comparação de resultados e elaboração de condutas. OBJETIVO: Construir um checklist da CIF para o Pilates. METODOLOGIA: A pesquisa foi realizado em duas etapas que consistiram na busca ativa de informações sobre a avaliação no Pilates, para isso foi realizado um estudo transversal, e a construção do checklist. Inicialmente foi realizada uma busca na literatura para se obter um embasamento científico sobre o tema que envolve a instrumento construído. As questões do checklist foram obtidas pelo mecanismo de entrevistas com fisioterapeutas que trabalham com o Pilates, sendo questionado o que é avaliado em seus pacientes, para seleção do número de fisioterapeutas entrevistados, foi usado o critério da pesquisa qualitativa, chamado de amostragem por redundância ou saturação amostral. As informações obtidas, foram correlacionadas com as categorias da CIF dos componentes, funções do corpo, estruturas do corpo, atividade e participação e, fatores ambientais Após a seleção das categorias, foram realizadas reuniões, por trás pesquisadores com conhecimento sobre o Pilates e CIF, em que foi feita a análise das categorias selecionadas, após a discussão, categorias podem ser retiradas ou acrescentadas. RESULTADO: Foram entrevistados 28 fisioterapeutas, nove fizeram sua formação na Phisio serv, 20 no HIB cursos, sendo que um destes também fez sua formação no Active Pilates e, dentre eles sete fazem a avaliação em horário reservado com o paciente. Foram listados 18 itens que são avaliados pelos fisioterapeutas, os mais comuns foram, dor, flexibilidade, avaliação postural, uso de medicamentos e exames complementares. Todos os itens foram correlacionados com categorias da CIF, totalizando 81, sendo 37 do componente Funções do Corpo, 18 de Estruturas do Corpo, 17 de Atividade e Participação e 9 dos Fatores Ambientais. CONCLUSÃO: O checklist da CIF para o Pilates visa facilitar a compreensão do estado de saúde do paciente a partir de uma avaliação já realizada em cada serviço e, ao final será proporcionado uma linguagem comum. No entanto, é necessário ser submetido a processos de validação, para garantir a confiabilidade do instrumento.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.