A INSERÇÃO PRECOCE À PRÁTICA INTERDISCIPLINAR

Caroline de Oliveira Balconi, Karine de Freitas Cáceres, Louise Bertoldo Quatrin, Renata Saraiva Guedes, Aletheia Petters Bajotto, Aline Batista, Letícia Fernandez Frigo

Resumo


INTRODUÇÃO: Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação em Fisioterapia (2012), salienta-se a inserção precoce de acadêmicos a prática profissional interdisciplinar, no campo da saúde, a extrema fragmentação do conhecimento tem demonstrado sua insuficiência e colocado a multidisciplinaridade no centro das discussões acerca do desenvolvimento das ciências e das práticas sanitárias. A união de profissionais de diversas áreas da saúde no trabalho em equipe é apontada como o elemento base para a consolidação da Equipe de Saúde da Família na atenção primária do Brasil, aprimorando relacionamentos interpessoais e articulando saberes (Brasil, 2007). No trabalho multiprofissional, ocorre a troca de experiências sob a ótica de uma abordagem integral e resolutiva, o que viabiliza o planejamento de ações de saúde mais eficazes. Como a inserção de equipes multiprofissionais na atenção primária é uma iniciativa inovadora que se configura como um desafio, estudos que discorram acerca dessa vivência são importantes, a fim de contribuir na sua consolidação. Dessa forma, o relato de experiência é sobre o trabalho interdisciplinar da disciplina de Ações Extensionistas Integradas em Saúde e Sociedade dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia e Odontologia do Centro Universitário Franciscano. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: Na disciplina de Ações Extensionistas Integradas em Saúde e Sociedade, no 1º semestre do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Franciscano/RS, durante o 1º semestre, desenvolvem-se atividades práticas no nível de atenção primário com grupos interdisciplinares de trabalho envolvendo os cursos de graduação em Enfermagem, Fisioterapia e Odontologia. Os alunos são divididos em grupos multiprofissionais para realizarem os planejamentos, as discussões em sala e as atividades extramuros, incluindo visitas domiciliares e grupos vinculados a atenção básica. As ações foram dispostas de forma que professores, alunos, agente comunitário e comunidade tivessem participações ativas e efetivas. Todo o planejamento das ações desenvolvidas na disciplina considera o uso de dinâmicas, formação de grupos, trabalhos em equipes, e bem como atividades que propiciassem uma maior interação com o tema de estudo. Durante o semestre da disciplina são ministradas aulas acerca das condições de saúde, acolhimento, promoção da saúde. Todas as aulas são expositivas e dialogadas, com apresentação de seminários durante o semestre letivo, discussão de artigos científicos, com ênfase á auto-experimentação, práticas de atuação profissional interdisciplinar. IMPACTOS: A precoce vivência prática interdisciplinar pode proporcionar a contextualização da teoria verificada em ambiente de sala de aula e torna-se fundamental para a humanização do discente. Além disso, oferece uma vivência transcorrida por princípios de cidadania e integralidade do ser humano á caminho da formação de profissionais responsáveis pelo o outro, com diálogo, prontos para trabalhar em equipe e consequentemente, instigado á produção de ações e estratégias para todas as mudanças necessárias para a qualidade de vida do todo. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Acredita-se que a vivência em equipe, comunicação com outros cursos e inserção precoce desses acadêmicos é imprescindível para a formação profissional, já que diante das situações que se encontram poderão desenvolver suas competências e habilidades como profissional. Compreende-se que a formação do profissional da saúde dá-se a partir da prática, do movimento sinérgico do pensar e do agir.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.