ATENÇÃO À SAÚDE POSTURAL EM TRABALHADORES RURAIS NA ATIVIDADE LEITEIRA - ANO DE 2017

Vanessa Vianna Marques, Katieli Santos de Lima, Priscila Rodrigues da Silva, Milene Almeida Ribas, Elisete Cristina Krabbe, Lincoln da Silva, Noé Gomes Borges Júnior, Themis Goretti Moreira Leal de Carvalho

Resumo


INTRODUÇÃO: A atividade leiteira rural possui grande importância na economia do país, portanto é preciso conhecer e desenvolver ações que possam melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores rurais. Essa atividade vem sendo associada a diversas queixas relacionadas á dores em diversos segmentos do corpo, principalmente na coluna vertebral, essas dores e desconfortos impactam na produtividade do individuo. O projeto é uma parceria entre o curso de fisioterapia da Universidade de Cruz Alta, Universidade do Estado de Santa Catarina e EMATER/ASCAR/RS. Tem o apoio do GT Social da Rede Leite e o objetivo de desenvolver ações de proteção, promoção e reabilitação da saúde postural dos trabalhadores rurais na atividade leiteira. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: O projeto, neste ano de 2017, é desenvolvido com 30 produtores rurais na atividade leiteira de 10 municípios da Região do Corede Noroeste Colonial e Alto Jacuí do Rio Grande do Sul (Cruz Alta, Boa Vista do Cadeado, Boa Vista do Incra, Bozano, Salto do Jacuí, Fortaleza dos Valos, Condor, Jóia, , Nova Ramada e Ijuí ). Acadêmicos do curso de fisioterapia da UNICRUZ, juntamente com alunos da pós-graduação do LABIN/CEFID/UDESC realizaram, com esses trabalhadores, avaliação através de questionários, medidas antropométricas, teste de flexibilidade, biofotogrametria e força de preensão manual, encontrando desvios posturais, dores e desconfortos corporais. Nos meses de março a junho de 2017 aconteceram as oficinas pedagógicas e rodas de conversa, nas quais foram debatidos diversos temas, buscando um raciocínio e uma modificação de hábitos posturais. IMPACTOS: Verificamos a importância de levarmos qualidade de vida para os trabalhadores rurais na atividade leiteira, estes que são tão importantes para a nossa economia regional. Através disso pode-se afirmar que a participação dos produtores rurais neste projeto resultou em uma melhora das dores e desconfortos corporais. O que influencia diretamente no seu cotidiano, nos mostrando também a importância do trabalho de pesquisa e extensão para a formação acadêmica do profissional fisioterapeuta. CONSIDERAÇÕES FINAIS: É preciso construir conhecimentos e criar condições saudáveis sobre a atenção á saúde dos trabalhadores rurais na atividade leiteira. É incontestável que as oficinas pedagógicas e rodas de conversa proporcionaram a estas pessoas momentos de laser e vivencias educativas. O que resultam numa melhora na qualidade de vida e nos hábitos posturais trabalhadores .

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.