ESCOLAS DE POSTURAS E ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL: UMA EXPERIÊNCIA ACADÊMICA DE FISIOTERAPIA NA ATENÇÃO BÁSICA

Sarah Maciel Cavalcanti de Arruda, Caina Marinho Patriota, Caio Felipe de Lima Chaves, Nadiedja Fatima Chagas Costa, Rayane Marques Estevam, Shenia de Lima Silva, Rachel Cavalcanti Fonseca

Resumo


INTRODUÇÃO: A população idosa vem aumentando consideravelmente nos últimos anos, o que atribui-se a uma maior expectativa de vida, relacionada a um melhor controle de doenças infectocontagiosas e crônico-degenerativas, gerando a necessidade de mudanças na estrutura social do país, para que estas pessoas tenham uma boa qualidade de vida. A atividade física é um importante meio de prevenção e promoção da saúde dos idosos através de seus inúmeros benefícios. Nos idosos, é comum ocorrem alterações na postura corporal, de modo que a fisioterapia atua com medidas preventivas e até corretivas desta postura, a fim de se evitarem dores e deformidades, pois a modificação da postura é uma das alterações mais comuns que ocorrem no sistema osteomuscular durante o processo do envelhecimento. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: A Escola de Posturas era realizada no IPSEMC (Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Cabedelo) que aconteciam nas terça-feira, no horário de 07:50 ás 09:15 horas com encontros semanais, foi criado um cronograma de exercícios com 10 aulas, baseado no manual da escola de postura de Maria Claudia Gatto Cardia do ano de 1998. As atividades eram executadas por acadêmicos em fisioterapia em idosos que frequentavam o instituto, onde foi realizada uma avaliação composta por anamnese, avaliação postural dos pés, joelhos, pelve, abdômen, tórax e cabeça, patologias existentes e a realização do teste do Timed Up & Go (TUG) para avaliar o risco de quedas, capacidade de transferência e equilíbrio dinâmico. Durante as atividades da escola de postura levamos informações, atividades dinâmicas e para conscientização, atividade em grupo, exercícios alongamento, fortalecimento e relaxamento postural. IMPACTOS: Foi realizada uma avaliação inicial e uma ao final das 10 aulas praticas da escola de posturas, onde foi evidente a melhora e a satisfação dos usuários quanto a esta pratica. O grupo de idosos eram bem participativos, curiosos e interessados. Buscavam sempre a melhoria na qualidade de vida diante das patologias existentes, efetivando assim, o intuído da escola de postura. CONSIDERAÇÕES FINAIS: As atividades que os fisioterapeutas vem realizando no PSF, desenvolvidas nas Unidades de Saúde da Família (USF), abordam idosos com problemas posturais através de atividades grupais. Tais possuem diversos benefícios além dos já conhecidos pela execução dos exercícios físicos como: melhora da autoestima; bem-estar; socialização; disposição; minimização de dor e melhora da qualidade de vida.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.