ESTAGIO SUPERVISIONADO DE FISIOTERAPIA NA ESCOLA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Larissa dos Santos, João Ricardo Bispo de Jesus, Pedro Vinicius Santos de Oliveira, Mauricio Poderoso Lima Neto, Manuela Andrade de Albuquerque, Heloísa Suzane de Sá Matos

Resumo


INTRODUÇÃO: Os problemas de saúde, atualmente, estão diretamente relacionados com os hábitos de vida dos indivíduos. Muitos desses agravos podem ser evitados ou corrigidos se houver uma ação de conscientização e educação em saúde o mais precoce possível (Constantino et al., 2016). Considerada uma epidemia mundial, a Obesidade tornou-se um problema de saúde pública no século XXI, principalmente relacionada á crianças e adolescentes. Dentre os fatores desencadeantes da Obesidade, associa-se fatores genéticos, ambientais, comportamentais e psicológicos. O excesso de peso corporal é predisponente para doenças cardiovasculares e síndrome metabólica (Santos et al., 2014). A infância é o momento propício para a aprendizagem de bons hábitos, inclusive os alimentares e a escola desempenha papel fundamental na educação e conscientização dos alunos quanto a utilização de alimentos ricos em nutrientes (Amaral et al., 2016). Com o intuito de envolver as crianças de forma lúdica na educação em saúde, ações foram desenvolvidas relacionadas á Alimentação Saudável, objetivando o incentivo do consumo de alimentos que contribuam para o crescimento e o bem estar físico e mental. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: Para o acolhimento das crianças, foi realizado no pátio da escola, um teatro de fantoches, utilizando um molde de tecido TNT e figuras dos alimentos confeccionadas em cartolinas, onde foi explicada a importância de bons hábitos alimentares para o crescimento saudável e prevenção de doenças como a obesidade e diabetes. Alguns dos alimentos apresentados ás crianças foram: maçã, banana, abacaxi, melancia, cenoura e tomate. Após o teatro, todas as crianças lavaram suas as mãos com auxílio dos estagiários e em seguida retornaram ao pátio. Uma porção de salada de frutas foi servida a cada um com o propósito de degustarem algumas das frutas que lhes foram apresentadas inicialmente. IMPACTOS: A ausência de recursos na escola e deficiência dos valores nutricionais das crianças diante do que foi apresentado. CONSIDERAÇÕES FINAIS: As atividades apresentadas em forma de teatro sobre os alimentos e a degustação, foram bem aceitas pelas crianças, pois mostrou-se de forma lúdica e educacional a todos. A atenção primária desenvolvida com as crianças torna-se uma alternativa capaz de transformar os hábitos de vida mais saudáveis.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.