ESTIMULAÇAO FISIOTERAPÊUTICA EM CRIANÇAS COM MICROCEFALIA, DA CIDADE DE ITABAIANA-SE: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Larissa dos Santos, Heloísa Suzane de Sá Matos

Resumo


INTRODUÇÃO: Diante da incidência de casos de recém-nascidos portadores de microcefalia no município de Itabaiana- SE e de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria do Estado da Saúde publicado no dia 08 de janeiro de 2016, foram 13 notificados sem diagnóstico prévio e 09 confirmados no município de Itabaiana (Pesquisa feita pela Secretaria Municipal). Visando ações que minimizem os efeitos da doença, a Secretaria Municipal de Saúde/ Itabaiana- SE, junto com o NASF (Núcleo de Apoio á Saúde da Família) 02 criou-se um projeto para orientar e dar assistência básica aos pais das crianças com microcefalia: "Microcefalia: MACROAMOR". Além do Nasf, o município de Itabaiana disponibiliza atendimentos no Centro Municipal de Fisioterapia Geraldo Teles, no qual trabalham com atendimentos relacionados ao sistema motor do paciente. A fisioterapia nos bebês com a síndrome minimizará o retardo neuropsicomotor. . DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: O projeto "Microcefalia: MACROAMOR" é conduzido pelos profissionais do NASF. Foi desenvolvido atividades rítmicas e lúdicas que privilegiem a integração social e a participação espontânea das crianças e cuidadores. Nesse processo de aprendizado interativo e espaço de reabilitação os profissionais desenvolveram atividades dinâmicas de roda e conversação com as genitoras. Para tornas-se um grupo de apoio. O atendimento é feito quinzenalmente. No centro Municipal de Fisioterapia Geraldo Teles, os profissionais de fisioterapia envolvidos no tratamento relatam que o trabalho feito com os pacientes envolve alongamentos, manutenção de postura, mobilização articular, transferência de decúbito, dissociação de cintura pélvica e torácica, entre outros métodos. O atendimento é feito 03 vezes na semana. IMPACTOS: Através da analise feita pelos fisioterapeutas, pode perceber um melhoramento gradativo de alguns pacientes, principalmente das crianças que tem o acompanhamento diariamente, porém, a estrutura física de tratamento poderia reflete na evolução de forma lenta nos resultados dos pacientes. CONSIDERAÇÕES FINAIS: O atendimento feito pelo NASF e pelo Centro de Fisioterapia é responsável em promover benefícios físico-motores e psicossociais, além de proporcionar uma grande melhoria para as crianças, na qual é aceito pelos acompanhantes.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.