FISIOTERAPIA NA SAÚDE DO TRABALHADOR: PREVENÇÃO DA COMPRESSÃO NERVOSA NA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE ARACAJU/SE

Márcio Ricardo da Silva Santos, João Ricardo Bispo de Jesus, Pedro Vinicius Santos de Oliveira, Mauricio Poderoso Lima Neto, Manuela Andrade de Albuquerque, Heloísa Suzane de Sá Matos

Resumo


INTRODUÇÃO: As raízes nervosas têm origem na medula espinhal e são estruturas que recebem e emitem os impulsos de quase todo o corpo. Essas raízes nervosas emergem da medula espinhal através dos orifícios intervertebrais e cada uma delas leva a informação ou a sensibilidade para uma área particular do organismo. As raízes nervosas estão organizadas aos pares: os nervos motores, que saem da face anterior da medula espinhal e estimulam os músculos, e os nervos sensitivos, que saem da face posterior da medula espinhal e levam a informação das sensibilidades ao cérebro (woolf, et al; 2010). A Fisioterapia através da mobilização neural atua na raiz e no trajeto nervoso, liberando-o de qualquer compressão ou aderência e, desta forma, eliminando-os, como, por exemplo, quadros dolorosos e formigamentos. Além de ser implementada no tratamento conservador e eletivo, é também muito importante em pós-cirúrgicos de coluna vertebral porque inibe a formação de aderências cicatriciais no nervo, sendo esta a causa de muitas cirurgias sem sucesso (woolf et al; 2010). DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: A ação preventiva do projeto Fase Educar e "Promover Saúde" foi realizada na Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju (SE), desenvolvida pela professora do estágio em Saúde Pública, Heloisa Matos e pelos estagiários do 9º período do curso de fisioterapia da Faculdade Estácio de Sergipe. Inicialmente, foi realizada uma convocação verbal dos trabalhadores, mostrando a importância da ação. Em seguida, iniciou-se a palestra com o tema "Compressão Nervosa do Plexo Braquial" contando com a presença de 18 participantes. Na palestra educativa, foram utilizados papel cartolina para painel com imagens e informações relativas ao tema supracitado. Em seguida, foram sanadas as dúvidas apresentadas pelos ouvintes. As atividades foram concluídas com práticas corporais, através de alongamento muscular individual e em dupla, técnicas de descompressão neural e técnicas respiratórias associadas ás atividades inerentes. . IMPACTOS: Não foram colhidos dados para a ficha do e-Sus; profissionais com limitações posturais para desenvolvimento das orientações e espaço físico limitado. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A ação foi concluída com sucesso, sendo satisfatória para a equipe e proveitosa para os participantes do dia que realizaram as atividades de maneira harmoniosa. Os trabalhos desenvolvidos demonstraram que uma atividade em grupo enfatiza o círculo social e que o planejamento e uma boa comunicação são fundamentais para a realização das tarefas de atenção primária.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.