PEÇA TEATRAL NO HIPERDIA DE UMA UNIDADE DE SAÚDE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Gerlane dos Santos Bezerra, Kionara Carollynne Portela Macêdo Brito, Anaysa Cunha Alves, Leonildo Santos do Nascimento Junior

Resumo


INTRODUÇÃO: Nas unidades básicas de saúde (UBS) o acompanhamento de indivíduos hipertensos e diabéticos é realizado através do Programa de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus (HIPERDIA), o que possibilita um controle maior da entrega de medicamentos e viabiliza uma assistência continua e de qualidade ao usuário. Este programa acontece por meio da realização de ações educativas que venham a mostrar aos usuários a importância do autocuidado para conviver bem com essas patologias. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: Tendo em vista que ações educativas realizadas por meio de abordagens criativas facilitam a compreensão e aprendizado individual e coletivo as, estagiárias do curso de Fisioterapia do Centro Universitário de João Pessoa - UNIPÊ realizaram uma ação usando como método uma peça teatral no Hiperdia de uma Unidade de Saúde da Família no município de Cabedelo, na Paraíba. O objetivo da atividade foi problematizar o processo de manutenção da saúde através dos hábitos de vida, promovendo uma visão critica-reflexiva sobre o gerenciamento pessoal da saúde dos indivíduos e a participação da equipe de saúde da família nesse processo. A encenação teve inicio com a personagem "Dona Diabetina" que narrou duvidas comuns sobre a Hipertensão Arterial (HAS) e Diabetes Mellitus (DM) enfatizando e trazendo para cena os dilemas vivenciados por este publico no dia-a-dia. Para isto trouxemos mais dois personagens, um coração ruim retratando os maus hábitos alimentares, o sedentarismo, a negligência relacionada ao acompanhamento médico e ao controle da medicação como sendo o melhor caminho a ser seguido, e um coração bom que conceituou ambas as patologias e argumentou sobre os temas trazidos pelo coração ruim, reforçando o porquê, de forma simples, clara e objetiva, que os pacientes deveriam segui-lo. Ao final foi realizada uma sessão de alongamento e relaxamento com os usuários a fim de promover o bem estar dos mesmos. . IMPACTOS: Esta atividade apresenta-se como uma alternativa que pode ser utilizada por profissionais de saúde para realizar ações educativas de forma lúdica e criativa facilitando a compreensão dos usuários, promovendo e prevenindo agravos na saúde da comunidade. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A experiência vivenciada pelas estagiárias foi extremamente positiva devido á interação dos usuários presentes na ação, que se identificaram dentro do contexto abordado fazendo com que fossem alcançados os objetivos pré-estabelecidos.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.