PROJETO DE EXTENSÃO ENVELHECIMENTO E DIREITOS HUMANOS: POR UMA ATENÇÃO GERONTOLÓGICA E GERIÁTRICA CENTRADA NA PESSOA

Daniella de Souza Barbosa, Ana Luiza Simões de Brito, Assis Porfírio Furtado Nogueira, Lanay Rodrigues Gondinho, Marcela Belmont da Costa, Maria Alice Gadelha Maciel de Nóbrega, Yasmin Lucena Dantas

Resumo


INTRODUÇÃO: No âmbito dos projetos de extensão desenvolvidos pela Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba surgiu uma linha de extensão, pautada nas políticas afirmativas em defesa dos direitos das pessoas idosas, intitulada Envelhecimento e Direitos Humanos: por uma atenção gerontológica e geriátrica centrada na pessoa (PEEDI), cuja problemática se assenta nas questões teóricas e metodológicas sobre o envelhecimento humano com dignidade e os sentidos de uma cidadania possível para as pessoas residentes em uma instituição de longa permanência para idosos (ILPI), denominada Vila Vicentina Júlia Freire, localizada em João Pessoa/PB. . DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: A fim de se analisar como se dá o acesso e a garantia dos direitos humanos as pessoas idosas residentes na citada ILPI, a experiência de trabalho das docentes fisioterapeutas e discentes envolvidos no PEEDI podem ser divididas em atividades práticas, administrativas e de organização do projeto (ex.: organizar e preparar o ambiente e materiais para cada encontro; controlar a frequência dos extensionistas; e acompanhar e monitorar as atividades realizadas pelos discentes e pessoas idosas na prática das atividades desenvolvidas), atividades de pesquisa e aperfeiçoamento (ex.: aplicar os instrumentos de pesquisa; participar do treinamento e das reuniões para discussão das técnicas e métodos utilizados nas atividades junto á clientela; revisar periodicamente o material didático junto as docentes; e elaborar os relatórios técnico-científicos) além das atividades didático-pedagógicas (ex.: proferir palestras educativas; orientar e conduzir com precisão as dinâmicas durante os encontros; avaliar quanto ao aproveitamento da clientela alvo, além de orientar sobre a continuidade das condutas empregadas; elaborar material didático de cunho educativo em saúde da pessoa idosa; elaborar artigos, banners, livros, capítulos de livros e encaminhar aos veículos de comunicação científica; e apresentar trabalhos acadêmicos sobre o projeto em eventos científicos). IMPACTOS: Os impactos de tal experiência extensionista podem ser assim resumidos: possibilitar aos sujeitos do projeto uma visão global sobre o paradigma do envelhecimento humano sob a ótica da proteção dos direitos humanos; sensibilizá-los quanto a sua responsabilidade social perante a construção de uma sociedade justa e igualitária para todas as idades; produzir intercâmbio de experiências teórica e metodológica entre docente, discentes e profissionais envolvidos no cuidado das pessoas idosas residentes na ILPI sob intervenção do referido projeto; e a capacidade de desenvolver critérios de intervenção para a proteção dos direitos humanos das pessoas idosas institucionalizadas derivados do modelo de atenção geriátrica e gerontológica centrada na pessoa. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Portanto, as experiências acadêmicas e pessoais vivenciadas pelos sujeitos envolvidos no PEEDI apontam que a pauta do envelhecimento digno e pleno não interessa apenas as pessoas idosas, tendo em vista que a velhice é uma construção social universal que possui uma dimensão transversal que perpassa a proteção de cada uma das políticas de direitos sociais de todos os segmentos populacionais ao longo da vida, como o direito á vida, á saúde, ao trabalho, á educação, á renda, á alimentação, ao transporte, á habitação, ao lazer, ao esporte, á cultura, á justiça, á previdência e assistência social, entre tantos outros direitos humanos.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.