A EQUIPE MULTIPROFISSIONAL COMO PONTO FORTE DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM URGÊNCIA E TRAUMA - O IMPACTO DA INTERAÇÃO INTERDISCIPLINAR A PARTIR DA INTEGRAÇÃO ENTRE O GRUPO DE RESIDENTES

Priscilla Barbosa, Taís Gonçalves Lima, Jade Fonsêca Ottoni de Carvalho, Naniele Oliveira Fernandes, Leticia Abrão Staduto Souza de Almeida, Nayara da Silva Lisboa, Renato Valduga

Resumo


INTRODUÇÃO: A residência multiprofissional é uma modalidade de pós graduação lato sensu que visa favorecer a inserção qualificada dos jovens profissionais de saúde no mercado de trabalho. Este programa visa promover a interdisciplinaridade e a integralidade como modelo de assistência ao paciente e melhora na qualidade dos serviços em saúde, onde os Profissionais de Saúde Residentes (PSR) exercem na sua vivência teórica e prática a execução de tarefas que visam a promoção, proteção, prevenção e recuperação da saúde dos indivíduos internados nas unidades de emergência. Mediante a esse contexto, este trabalho tem o objetivo de descrever a relação de trabalho e convivência entre os PSR no programa multidisciplinar de Urgência e Trauma da Escola Superior de Ciências da Saúde do Distrito Federal. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: Fisioterapeutas, enfermeiros e nutricionistas compõem a equipe de PSR's do programa de Urgência e Trauma da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (DF). O programa tem duração de 2 anos e exige dedicação exclusiva. Possui uma carga horária total de 5.760h distribuídas em 60h semanais, sendo 48h dedicadas a atividades teórico-práticas nos cenários de atuação e 12h de atividades teóricas, divididas em: eixo Transversal e Específico. No eixo transversal, as atividades são conduzidas por tutores das três áreas de atuação, que abordam temáticas comuns a todas estas áreas no contexto da assistência em saúde nas Urgências e Emergências. No eixo específico, as atividades são dirigidas por preceptores de uma única profissão, abordando detalhes mais específicos de cada uma delas. Em ambos os eixos, são utilizadas metodologias ativas que incentivam a troca de informações e experiências entre os residentes. As informações trocadas durante esses encontros semanais são revertidas em resultado direto na qualidade do atendimento. Um dos meios que proporciona essa interação é a visita á beira leito, na qual a equipe discute casos, avalia o estado geral do paciente, prognósticos e individualizando a terapêutica outra forma também é a própria rotina diária, onde no mesmo campo de assistência os PSR se relacionam diariamente e estão sempre buscando a visão profissional do outro na tentativa de buscar a beneficência integral do paciente assistido. IMPACTOS: O vínculo entre os residentes é fortalecido a cada encontro semanal, onde são discutidas temáticas cotidianas ao cenário de prática, possibilitando uma troca de experiência ainda mais rica por englobar os residentes atuantes em diferentes unidades de saúde. Estas discussões são fundamentais para a melhoria da assistência, uma vez que o residente passa a compreender melhor a atuação de cada profissional que compõe a equipe multiprofissional, proporcionando uma visão globalizada da assistência. CONSIDERAÇÕES FINAIS: O trabalho em conjunto dos profissionais de diversas áreas leva a uma troca de informações que geram melhoria no atendimento ao paciente. A médio prazo, almeja-se conciliar as condutas dos diversos profissionais de modo a se estruturar um plano de cuidados multidisciplinar que atenda ás necessidades do indivíduo de forma holística.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.