A IMPORTÂNCIA DO FISIOTERAPEUTA PLANTONISTA NO DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO DOS ESTUDANTES DA GRADUAÇÃO

Silvana Cristina de Araújo Pereira Venceslau, Leânia Geriz Pereira de Oliveira, Anadelia Lopes de Sousa Passos, Murilo Frazão

Resumo


INTRODUÇÃO: No decorrer da graduação, o estudante de fisioterapia sente insegurança de passar por algumas disciplinas práticas, mas o dialogo efetivo com a equipe fisioterapêutica do setor pode proporcionar ao acadêmico uma experiência positiva e consequentemente o bom desenvolvimento profissional. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: O presente estudo tem como finalidade analisar a importância do fisioterapeuta como facilitador, na formação e desenvolvimento acadêmico dos estudantes do sexto período da graduação, durante o estágio supervisionado da disciplina Fisioterapia nas Disfunções Cardíacas e Respiratórias. O estágio era realizado nas terças e quintas, com inicio no dia 07/03/2017 e termino no dia 25/05/2017, com quatro horas de duração. Era feito o atendimento fisioterapêutico com os pacientes da enfermaria do Hospital Universitário Lauro Wanderley, onde os alunos desenvolveram um protocolo de atendimento com a supervisão do professor da disciplina e dos fisioterapeutas plantonistas do setor. Dada á complexidade dos atendimentos, era realizado um debate antes da realização da conduta. Nesse sentido foi de extrema importância o contato entre a equipe fisioterapêutica do hospital e os alunos. Essa interação proporcionou ao alunado conhecer a rotina do fisioterapeuta dentro da enfermaria, compreender melhor as necessidades do paciente, interagir com a equipe multidisciplinar, aprender novas técnicas, desenvolver novas aptidões e assim enriquecer sua bagagem profissional. Tal fato só foi possível, mediante ao acolhimento e ao dialogo realizado entre a equipe de fisioterapia e o grupo de discente. IMPACTOS: A receptividade dos fisioterapeutas do setor pôde proporcionar aos alunos novas experiências no âmbito acadêmico, isso foi fundamental para a conclusão do estágio e desenvolvimento profissional. Através do convívio com tais profissionais foi possível ao alunado entender a rotina de trabalho do fisioterapeuta dentro de um hospital e colocar em prática o recurso ensinado na sala de aula. Com essa vivencia podemos compreender a extrema importância do fisioterapeuta na evolução do paciente hospitalizado, acelerando sua recuperação, como também a interação desse profissional com a equipe multiprofissional. Além da experiência prática , pudemos desenvolver novas aptidões através de diálogos e palestras ministradas pelos fisioterapeutas plantonistas, o que nos fez refletir sobre o imenso campo de trabalho para atuação do fisioterapeuta. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Com isso podemos inferir que, o contato dos estudantes de fisioterapia com os profissionais já graduados, é de suma importância para o desenvolvimento acadêmico e profissional do estudante de fisioterapia. Dessa forma é fundamental ressaltar que o desenvolvimento do vínculo entre esses grupos pode proporcionar novas experiências ao estudante melhorando consequentemente seu desempenho dentro da instituição de ensino como também sua formação profissional.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.