APLICAÇÃO DO TEAM BASED LEARNING - TBL NA DISCIPLINA DE SAÚDE DO ADULTO

Gracielle Pampolim, Christiane B. Lourenço, Dalger Eugenio Melotti, Roberta Ribeiro Batista Barbosa

Resumo


INTRODUÇÃO: O Team Base Learning (TBL), ou Aprendizado Baseado em Equipes, é uma metodologia ativa que permite trabalhar com grandes grupos de alunos sem demandar muitos docentes e espaço. Esse método visa o aprendizado construtivista onde o professor é o facilitador e as experiências e os conhecimentos prévios dos alunos devem ser evocados na busca da aprendizagem significativa. Objetivo: Relatar a experiência de professores do curso de fisioterapia com a aplicação do TBL na disciplina de saúde do adulto. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: A disciplina de Saúde do Adulto é dividida em módulos, onde os conteúdos são aplicados através do método Problem Based Learning - PBL ou através do TBL, como foi o caso do módulo de 'atenção ao paciente queimado'. Para a etapa de preparação individual pré-classe foram enviados para os alunos com duas semanas de antecedência um capítulo de livro e duas diretrizes envolvendo queimadura e reabilitação. A avaliação de garantia de preparo foi realizada em duas etapas, primeiro através de um teste eletrônico individual, formulado através do Google Forms, contendo 10 questões, com duração de 30 minutos. Após o teste individual, os alunos foram divididos em grupos aleatórios, para discutir e refazer o teste durante 1 hora, assinalando as respostas que julgavam corretas em um formulário que se assemelha a uma raspadinha e proporciona feedback imediato. Por fim, na última etapa, denominada aplicação clínica, foi apresentado um caso clínico real e os alunos, nos mesmos grupos do teste em equipe, deveriam realizar o diagnóstico clínico da extensão da queimadura e os diagnósticos fisioterapêuticos, objetivos e plano de tratamento baseado nas diretrizes estudadas e na especificidade do caso. IMPACTOS: A aplicação do TBL associado ás novas tecnologias foi inovador no curso e obteve um efeito muito positivo. O uso do celular como ferramenta pedagógica é uma forma de se aproximar aos interesses e realidade dos jovens em benefício do ensino. Tal ferramenta despertou interesse e curiosidade e facilitou a divulgação e discussão do teste, tanto individual, quanto coletivamente. O teste em equipe gerou momentos de tensão, descontração e reflexão. Os alunos mostravam-se entusiasmados e preocupados em não errar o gabarito e, para isso discutiam muito entre eles, intensificando o aprendizado. Ao final das primeiras etapas, ficou claro que os alunos tinham aprendido os conceitos básicos e essenciais sobre a fisioterapia em pacientes queimados. Uma aluna relatou que no início ela ficou apreensiva e com medo de não entender o conteúdo sozinha, sem uma aula tradicional, mas após a experiência concluiu que esta forma de estudo é proveitosa e estimulante, especialmente pelo conteúdo selecionando, anulando as chances utilizar fontes ruins. Relatou ainda que o debate em grupo foi uma experiência muito construtiva, porque permitiu o desenvolvimento de seus argumentos e a percepção de detalhes do conteúdo que não havia percebido sozinha. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Em linhas gerais, acredita-se que o TBL é uma importante ferramenta a ser utilizada por permitir exercitar as habilidades de comunicação e argumentação, valorizando a responsabilidade individual e trabalho em equipe de forma interativa e motivante.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.