ATENDIMENTO FISIOTERAPÊUTICO PARA GESTANTES NA UNIDADE DOCENTE ASSISTENCIAL ALUIZIO ALVES (UDA)

Arthur Deyvison Melo de Santana, Daniela Gibson Cunha, Liliane Santos de Vasconcellos, Murilo Paulino Ribeiro, Verônica Laryssa Smith

Resumo


INTRODUÇÃO: Com o passar dos anos, a fisioterapia vem desempenhando cada vez mais um papel importante no contexto de atenção a gestantes. A gestação é a uma fase de transformação intensa através do aumento do aporte hormonal e alteração da biodinâmica da mulher, desta forma verificamos a necessidade de realizar um trabalho com as gestantes para proporcionar uma melhor qualidade de vida e favorecer ao parto normal. A assistência ao pré-natal tem sido diferenciada, trazendo um acompanhamento através de métodos educativos e um trabalho em equipe para proporcionar uma gestação sem complicações. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: O trabalho foi desenvolvido na cidade de Parnamirim/RN, especificamente na Unidade Assistencial (UDA) Aluísio Alves, pelos discentes do curso de fisioterapia da Universidade Potiguar (UnP). A amostra da pesquisa foi composta pelas gestantes que realizavam pré-natal com as enfermeiras da unidade. O encontro para a avaliação e as orientações era feito semanalmente, com uma duração de aproximadamente 30 minutos, havendo uma rotatividade de gestantes. O material utilizado eram cartazes e cartilhas explicativas sobre o período gestacional e informações de atividades que as gestantes poderiam realizar para prevenir complicações e preparar o corpo para o parto natural. Dentre os diversos temas abordados falávamos da maneira correta de respirar, as alterações posturais que ocorrem durante a gestação e quais os exercícios que poderiam ser usados para favorecer ao parto normal, além de relatar a importância do aleitamento materno e a maneira correta de amamentar. Ao término da explicação e treinamento dos exercícios, era enfatizada a importância da continuidade dos exercícios domiciliares, sendo entregue uma cartilha para facilitar a continuidade de sua execução. IMPACTOS: O enfoque da assistência ao pré-natal como programa de educação em saúde tem sido cada vez mais valorizado e aceito pelas gestantes que participam, pois facilita a adaptação á nova condição física e minimiza as complicações. Os benefícios da prevenção e promoção á saúde são inúmeros considerando que além de identificarem de forma precoce as complicações e procurarem atendimento na unidade, estarão preparando o corpo para a evolução da gravidez e principalmente para o parto natural. CONSIDERAÇÕES FINAIS: As atividades de estágio curricular são oportunidades para que os acadêmicos e preceptores façam parte de um espaço comum para troca de informações com diversos profissionais; e possam atuar na prevenção e promoção á saúde num contexto amplo. Dessa forma, a Fisioterapia acaba sendo difundida enquanto núcleo de conhecimento importante para o pré-natal, nas atividades educativas, além dos aspectos relevantes do processo ensino-aprendizagem.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.