CREFITO ACADÊMICO: EXPERIÊNCIAS COM OS DISCENTES

Cristiane Cavalcanti Moreira, Mauricio N Dourado Rocha, Cleber Sady, Ricardo Aguiar

Resumo


INTRODUÇÃO: A formação do fisioterapeuta, definida pelas Diretrizes Curriculares Nacionais do Ministério da Educação e Ciência (MEC), traz demandas importantes de inclusão de discussões sobre boas práticas profissionais no currículo e, verifica-se que em alguns casos, apenas as questões técnicas são abordadas em sala. No entanto, temas transdisciplinares, como ética e deontologia, o papel do Conselho de Fisioterapia, correta integralização do estágio não-obrigatório, as questões relacionadas á formação de Pilates e o exercício da técnica, entre outros, não obrigatoriamente se apresentam como temas abordados no espaço da academia, e precisam ser discutidos de forma mais ampla. As abordagens do Código de Ética, assim como todos os outros assuntos supracitados, foram levados á faculdade a partir de um levantamento do departamento de Fiscalização (Defiz). Uma vez que os docentes não se sentem, de forma geral, á vontade para tratar dos diversos assuntos, supra mencionados, inerentes a sua prática profissional. Muitas vezes o problema está relacionada á alocação do professor-disciplina de forma inadequada, ou ao tipo de metodologia usada para se tratar esses conteúdos. Sendo assim, na tentativa de contemplar as necessidades globais do curso, disciplina/conteúdo, foi proposto pelo Conselho/Crefito Acadêmico levar as IES e principalmente aos alunos um projeto com apresentação de situações problemas, a partir do levantamento do DEFIS, para dirimir dúvidas acerca dos equívocos profissionais mais comuns, com a participação ativa dos docentes e discentes envolvidos. Nessas aulas participam professores e alunos dos últimos semestres, dentre outros. Os objetivos do projeto foram: a)estimular o estudo reflexivo e profundo, oportunizando um melhor conhecimento desse tema para evitar erros futuros e desenvolver temas mais complexos no decorrer do curso; b)utilizar do espaço das IES como forma de colaborar com metodologias ativas através da demonstração do Julgamento simulado e do folder de Pilates; c)e estimular a consciência crítica e reflexiva dos discentes e seu compromisso com a profissão. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: A princípio, os participantes da Comissão de Educação enviaram cartas-convites para os coordenadores de curso informando a proposta e se colocando para realizar as apresentações in locu. Inicialmente essa prática dialogada foi realizada com os alunos dos últimos semestres, verificamos que seria interessante também, ir nos primeiros semestres de forma a esclarecer e trabalhar esses conteúdos. Durante a apresentação do Crefito Acadêmico muitas dúvidas aparecera. IMPACTOS: A apresentação foi realizada durante todo o semestre letivo e as devolutivas de docentes e discentes trazem que a atividade auxiliou a compreender mais profundamente o tema, com impacto na responsabilidade ética e no exercício profissiona. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Com essa abordagem, foi possível sair de um nível mais básico para níveis mais superiores da Taxonomia de Bloom, que é um excelente norteador do docente do ensino superior. De acordo com as falas dos discentes e docentes na apresentação do Crefito Acadêmico, é possível afirmar que essa experiência de ensino foi muito positiva, tendo alcançado os objetivos propostos.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.