CREFITO ACADÊMICO: UMA EXPERIÊNCIA COM O JULGAMENTO SIMULADO

Cristiane Cavalcanti Moreira, Mauricio N Dourado Rocha, Cleber Sady, Ricardo Aguiar

Resumo


INTRODUÇÃO: A formação do fisioterapeuta traz demandas importantes de inclusão de aulas práticas no currículo, definida pelas Diretrizes Curriculares Nacionais do Ministério da Educação e Ciência (MEC) e, para quase todos os componentes estudados no decorrer do curso, essa atividade pode ser realizada sem dificuldade. No entanto, temas como ética e deontologia não obrigatoriamente se apresentam como componentes específicos e transdisciplinares, para serem núcleo de área ou núcleo comum. As abordagens do Código de ética, nas aulas práticas, tornam-se muito limitadas- uma vez que os estudantes não se sentem, de forma geral, á vontade para avaliar o colega, nem se sentem capazes de desenvolver esse tema. Muitas vezes o problema está relacionado ao semestre em que a disciplina se encontra ou até mesmo, a falta de metodologias ativas para se tratar esses conteúdos. Sendo assim, na tentativa de contemplar essa necessidade do curso e específica da disciplina/conteúdo, foi proposto pelo Crefito Acadêmico levar as Universidades e principalmente aos alunos um projeto de Julgamento Simulado para que servissem de modelos para o desenvolvimento das aulas práticas. Nessas aulas participam professores e alunos dos diversos semestres. Os objetivos foram a)estimular o estudo autônomo e profundo, oportunizando um melhor conhecimento desse tema que não ganha tanto destaque no decorrer do curso; b)utilizar durante algumas aulas práticas do semestre letivo o Julgamento Simulado para a demonstração e o treinamento das abordagens terapêuticas contidas na situação problema e o estudo das resoluções, a partir das infrações ; c)e estimular e incluir a criatividade, a arte e o relacionamento interpessoal nas aulas de forma lúdic. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: A princípio, os participantes da Comissão de Educação enviaram cartas-convites para os coordenadores de curso informando a proposta e se colocando a disposição para realizar a oficina in locu. Inicialmente essa oficina de julgamento foi realizada com os alunos dos últimos semestres, mas logo após as primeiras idas á faculdade, verificamos que seria interessante ir também nos primeiros semestres de forma a esclarecer e trabalhar esse conteúdo desde o inicio. A felicidade e o orgulho demonstrado por docentes e discentes nos relatos do processo foi recompensador. Durante a apresentação do Julgamento muitas dúvidas apareceram e foi muito gratificant. IMPACTOS: O Julgamento Simulado de fato foi realizado durante todo o semestre letivo nas aulas práticas das diversas disciplinas e eles parecem ter conseguido de fato assimilar e apreender mais profundamente o tema, com impacto na responsabilidade étic. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Com essa abordagem, foi possível sair de um nível mais básicos para níveis mais superiores da Taxonomia de Bloom, que é um excelente norteador do docente do ensino superior. De acordo com as falas dos discentes e da dinâmica das aulas práticas utilizando o Julgamento Simulado, é possível afirmar que essa experiência de ensino foi muito positiva, tendo alcançado os objetivos propostos.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.