PET-SAÚDE GRADUASUS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA NA ATENÇÃO BÁSICA

Iara Feitosa dos Santos, Ana Cláudia Nunes Souza, Auxiliadora Renê de Melo Amaral, Edivaldo Xavier da Silva Júnior, Luciana Nogueira Mendes Caldas, Tarcísio Fulgêncio Alves Silva

Resumo


INTRODUÇÃO: No âmbito da atenção á saúde exige-se uma intervenção que englobe os diversos saberes do cuidado humano e, que o profissional de saúde considere o indivíduo como um todo, a sua história de vida e contexto social. O Programa de Educação pelo Trabalho para á Saúde (PET-Saúde) GRADUASUS, criado pelo Ministério da Saúde, aborda á referida proposta através da inserção de estudantes dos cursos de graduação na área de saúde em atividades de ensino-pesquisa-extensão. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: Através de relato de experiência, no qual a discente participou de visitas e atividades, acompanhada da Fisioterapeuta do Núcleo de Apoio á Saúde da Família (NASF) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Petrolina-PE. Foram desenvolvidos estudos para elaboração de materiais informativos e vivências nas atividades educacionais dentro da rotina fisioterapêutica, com abordagem nas linhas do cuidado que integram saúde preventiva, agindo nos fatores de risco, tais como doenças crônicas e epidêmicas, nos estilos de vida e diagnóstico precoce. Com isso, a participante respondeu á questão que norteou o estudo: Qual a influência que as visitas proporcionadas pelo PET contribuíram para o seu crescimento acadêmico-profissional? IMPACTOS: Essas experiências contribuíram na construção do processo de formação da acadêmica, proporcionando maior aproximação ao contexto social da população e das potencialidades e desafios da atuação profissional na Atenção Básica em Saúde. A vivência foi avaliada como significativa pelo grupo PET-Saúde, como estratégia instrucional de preparação para a atuação do fisioterapeuta na saúde. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A precocidade na prática profissional foi fundamental para o processo de formação da estudante, pois proporcionou uma vivência diferenciada em um novo cenário de ensino-aprendizagem, contribuindo para uma visão significativa das ações da atenção em saúde.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.