PLANO DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NA DISCIPLINA DE ANATOMIA HUMANA I APLICADA A FISIOTERAPIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Larissa da Silva M…Ller, Jéssyca Passos, Luiz Eduardo da Silva Nóbrega, Djanira Aparecida da Luz Veronez, Carlos Alexandre dos Santos Haemmerle

Resumo


INTRODUÇÃO: A disciplina de Anatomia Humana l consiste em estudar as estruturas do corpo humano como o sistema ósseo, sistema articular, sistema muscular, sistema circulatório e sistema respiratório. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: Com a finalidade de auxiliar os novos alunos, foi realizado um planejamento de iniciação á docência (monitoria), no primeiro semestre de 2017, na Universidade Federal do Paraná. Este processo consistiu na participação de sete (7) alunos já aprovados na disciplina, para que participassem das aulas práticas e realizassem a assistência aos alunos na identificação das estruturas do corpo humano, com a supervisão dos docentes responsáveis. A monitoria durou quatro (4) meses, e nesse período, além da experiência de auxiliá-los nas aulas práticas e em horários alternativos, foi relevante o envolvimento com a correção de provas. IMPACTOS: Ao longo do projeto de iniciação á docência, os monitores observaram a grande dificuldade dos alunos em identificar as estruturas anatômicas essenciais para a Fisioterapia. Durante a correção das provas, foi observado que o desempenho negativo dos acadêmicos é frustrante para os docentes e também para os monitores, visto que estes disponibilizaram grande tempo em prol da aprendizagem dos discentes em horários de aula, horários alternativos e via e-mail. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A iniciação a docência apresentou-se como experiência pedagógica fundamental aos alunos monitores. Desta forma, oportunizou aos sete (7) acadêmicos a vivência docente no papel de auxiliar o ensino, além de possibilitar o aprimoramento dos conhecimentos acerca da Anatomia Humana, a qual é de suma importância para a formação do profissional fisioterapeuta, visto que a mesma é uma das bases da profissão.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.