SEMINÁRIO INTEGRADO NO ESTÁGIO CURRICULAR DE FISIOTERAPIA: EXPERIÊNCIA NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO FISIOTERAPIA EM ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

Jorge Henrique Santos Saldanha, Ana Paula Medeiros, Vanessa Salgado

Resumo


INTRODUÇÃO: Num contexto de maior inserção do profissional Fisioterapeuta na APS, a partir de experiências como os NASFs e equipes de apoio a ESF, tem-se intensificado um movimento de readequação da formação de Fisioterapeutas para responder ás necessidades de saúde. Nesse sentido, diversas ações tem sido realizadas a fim de qualificar o estágio supervisionado em Fisioterapia em Atenção Primária a Saúde da Universidade Federal da Bahia, dentre elas a adoção desde o semestre 2016.2 do Seminário Integrado de Estágio. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: O Estágio Curricular em Fisioterapia em Atenção Primária da UFBA baseia-se nas competências que os alunos devem adquirir e/ou consolidar no estágio: Desenvolvimento de ações de promoção da saúde; Desenvolvimento de ações de prevenção para públicos específicos; Cuidados domiciliares individuais; Atenção coletiva para grupos específicos; Desenvolvimento de capacidade de trabalho em equipe; Responsabilização sanitária sobre um território adscrito. Como o estágio acontece acompanhando uma equipe de NASF em duas unidades de saúde da família no município de Salvador, acompanhando um número grande de atividades realizadas pela equipe, foi identificado pelo grupo de docentes que acompanham o estágio que devido ao pouco tempo de estágio, em média 5 semanas, os alunos tinham dificuldade para assimilar a lógica de trabalho da estratégia de saúde da família. Foi então proposto a criação do Seminário Integrado do Estágio em Fisioterapia em Atenção Primária a Saúde, momento semanal de encontro das duas turmas de estágio que estão rodando as duas USF com os docentes supervisores. O encontro tem como objetivo a socialização de experiências vivenciadas na semana, discussão de casos e situações problema, planejamento das atividades da semana seguinte, discussão de artigos que auxiliem os alunos a planejarem alguma intervenção ou que facilitem o entendimento de algum conceito ou ferramenta de trabalho ou ainda a discussão de temas para atualização clínica em alguma área que os estudantes ou supervisores encontrem dificuldades de intervenção dos estagiários. IMPACTOS: A partir da realização do seminário integrado tem-se notado uma maior segurança nos estudantes para propor ações e na realização de atividades no território. O seminário também tem auxiliado na construção de uma linha de continuidade para as ações desenvolvidas pelo estagiário, pois mesmo que algum dos estudantes planejem uma atividade que não possa dar continuidade, em reunião é realizado repasse das atividades e responsabilização de um novo membro da equipe. Com os seminários semanais, proporcionamos maior equilíbrio nas ações vivenciadas pelos estudantes e conseguimos realizar uma distribuição dos turnos de estágio que favoreça mais a inserção dos alunos em atividades de maior interesse para a aquisição das competências e habilidades definidas. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Tem sido um desafio realizar integração ensino-serviço-comunidade, principalmente num contexto de USFs que recebem diversos cursos de saúde da UFBA, com muitos alunos a serem distribuídos nas ações a serem desenvolvidas. Nesse contexto, o seminário integrado de estágio tem sido uma estratégia eficaz para qualificar a inserção dos alunos de Fisioterapia na Atenção Básica.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.