DESMAME DA VENTILAÇÃO MECÂNICA DE PACIENTES CRÍTICOS ADULTOS: REVISÃO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE PROTOCOLOS

Robson Inácio Marinho, Robson Alves da Silva, Catharinne Angélica Carvalho de Farias, Joelson dos Santos Silva, Lívia Carla Bezerra de Macêdo, Caroline Ferreira Schön, Vitória Jéssica Teixeira Dantas, Fagna Maria de Andrade e Silva

Resumo


Objetivo: Analisar os efeitos de protocolos de desmame da VM em pacientes críticos. Método: Tratou-se de uma revisão de literatura realizada nas bases de dados Lilacs, SciELO e MEDLINE, envolvendo artigos publicados entre 2012 e 2017, utilizando-se os descritores “protocolo”, ventilação mecânica” e “desmame” e suas variantes na língua inglesa, além do descritor boleriano “AND”. Resultados: Foram encontrados 156 artigos respeitando-se os critérios de inclusão, restando 10 artigos após aplicação dos critérios de exclusão. A maioria dos artigos encontrados (80%) estavam escritos em língua inglesa, 60% dos artigos realizaram TRE com tubo T e a maioria dos trabalhos utilizou como preditores de sucesso, principalmente, o Índice de Respiração Rápida e Superficial e a pressão inspiratória máxima. Conclusões: A utilização de protocolos de desmame para liberação da VM de pacientes críticos adultos reduz taxas de reintubação e da falha de desmame e diminui a duração da VM, com consequente redução nas complicações decorrentes da VM prolongada.


Palavras-chave


Unidade de terapia intensiva; Extubação; Ventilação mecânica; Desmame do respirador.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18310/2358-8306.v5n10.p53

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.