PET REDE DE ATENÇÃO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS NA LINHA DE CUIDADO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA E DIABETES MELLITUS: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Bruna Carolina de Araujo, Raira Pagano, Maria Fernanda Fruttoso, Virginia Junqueira

Resumo


INTRODUÇÃO: A hipertensão arterial sistêmica e o diabetes mellitus são dois dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, que constituem a principal causa de morbimortalidade na população brasileira. Este panorama requer crescentes recursos do sistema de saúde e exige que a formação e especialização de profissionais ocorram de acordo com os princípios do SUS, de integração das ações de recuperação com a promoção da saúde e a prevenção de complicações, que quando ausentes limitam a autonomia individual e aumentam os gastos com a saúde pública para tratamento das comorbidades. Neste contexto, a proposta deste Projeto PET é analisar a rede de cuidado dos pacientes hipertensos e/ou diabéticos a partir das urgências e emergências da Zona Noroeste, região vulnerável da cidade de Santos, e propor ações para qualificar a atenção a esse grupo em todos os níveis da linha de cuidado. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: Alunos dos cursos de fisioterapia, psicologia, nutrição, educação física, serviço social, terapia ocupacional e preceptores identificaram, por meio de análise das fichas de atendimento, os pacientes que deram entrada no PS com diagnóstico de glicemia descompensada e/ou pressão arterial elevada e/ou comorbidades relacionadas. Estes pacientes foram divididos segundo as áreas de abrangência dos serviços de atenção primária participantes do projeto. A análise da rede de cuidado desses indivíduos está sendo a partir da aplicação de questionário quantitativo e entrevistas para construção coletiva de intervenções com vista a provocar a contaminação da equipe para melhorar funcionamento da rede de cuidado. IMPACTOS: No âmbito social, a formação de uma equipe multiprofissional permite o estreitamento das profissões e criação de vinculo interprofissional para a promoção de saúde, assim como na contaminação das equipes na área da saúde. As atividades contribuem para a valorização das percepções subjetivas, tanto individuais quanto coletivas, e do compartilhamento de experiências, favorecendo o fortalecimento a cada dia do vínculo e conhecimento sobre a rede. Já academicamente, a atuação no equipamento de saúde permite a associação de teoria e prática, despertando novos olhares ao cuidado em saúde e possibilitando uma visão integral da rede do cuidado. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Por meio da participação no PET pôde-se aprender na prática como funciona a rede do cuidado que é essencial para a formação dos profissionais da saúde uma vez que essa rede intervém diretamente nas atuações de cada profissional, no alcance da integralidade do cuidado e manutenção da saúde de indivíduos, famílias e comunidades, qualificando a linha do cuidado às doenças crônicas.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.