ÍNDICES DE ALTA AMBULATORIAL EM ATENDIMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA CLÍNICA ESCOLA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIEURO

Bruna da Silva Sousa, Bruna Araújo de Matos, Lívia Cristina Ramos Mesquita, Ericles Dias Alves, Bairone Soares de Souza, Lenilde de Souza Siqueira, Lucas Henrique do Nascimento, Renan Fangel

Resumo


Introdução: O estágio supervisionado obrigatório é de extrema importância para o conhecimento e prática profissional do graduando, tendo em vista que esse é o momento de vivência e união entre os aprendizados teóricos e práticos. A área traumato-ortopédica é uma das áreas mais antigas e reconhecidas da fisioterapia sendo obrigatória na matriz curricular dos cursos de bacharelado em Fisioterapia. Objetivos: Apresentar o índice de alta fisioterapêutica no estágio obrigatório em traumato-ortopedia na Clínica escola do Centro Universitário UNIEURO. Descrição: Durante o período de Fevereiro a Junho de 2018, no estágio obrigatório da área em Traumato-ortopedia, foi realizado atendimentos fisioterapêuticos gratuitos aberto a comunidade, como critério de inclusão era necessário um encaminhamento médico ou fisioterapêutico para atendimento, não havendo exclusão patológica. No período mencionado foram realizados em média 212 atendimentos na respectiva área, com 40 pacientes admitidos para alta fisioterapêutica, todos apresentando dor (0) mensurado pela escala numérica de dor, com graus de amplitude de movimento e força muscular restabelecidos levando em consideração as referências de normalidade do autor Magee et al (2005) otimizado consequentemente as atividades de vida diária e laborais dos pacientes. Dos pacientes liberados pacientes para alta, 85% encontram-se em atividades orientadas pelos alunos para manutenção dos ganhos obtidos, sendo que cada um teve em média 7 atendimentos e 3 reavaliações para verificação da possibilidade de alta e acompanhamento da melhora gradual da sua condição em saúde. Impactos: Essas experiencias de atendimento e de alta, possibilitaram aos alunos a verificação da importância da fisioterapia em diferentes patologias, tais como: lombalgia, ciatalgia, síndrome do impacto do ombro, compressões neurais, dentre outros. Sendo que todos os alunos foram orientados a ensinar para os pacientes a importância da prática de atividade física orientada após alta da intervenção fisioterapêutica. Considerações: As experiências vivenciadas durante o estágio obrigatório na área de Traumato-ortopedia, permitiu aos alunos uma interação direta com a comunidade nos aspectos de prevenção e promoção em saúde, sendo que as etapas de avaliação, prescrição de tratamento e reavaliação foi primordial para o alto índice de alta em curto prazo. Sendo que a explicação a respeito da importância da fisioterapia pode ser vista como um incentivador da atividade física continuada após a alta.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.