INICIAÇÃO CIÊNTÍFICA EM FISIOTERAPIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Tiago Henrique Souza Nobre, Ariane Hidalgo Mansano Pletsch, Walkiria Shimoya-Bittencourt, Adriele Faria Onning, Jhonatan Amorim dos Santos, Julio Cesar Silva, Larissa Barbalho Fuza, Mateus Felipe do Amaral

Resumo


Introdução: O projeto de iniciação científica sobre a avaliação da expansibilidade pulmonar através da cirtometria e espirometria iniciado em 2017/2 pelos acadêmicos da faculdade de fisioterapia da Universidade de Cuiabá Universidade de Cuiabá tem por objetivo avaliar a cirtometria torácica em pessoas adultas saudáveis e comparar com volumes e capacidades pulmonares através da ventilometria e espirometria. Este projeto justifica-se pelo fato da cirtometria necessitar de maiores evidências científicas, como uma técnica com boa reprodutibilidade uma vez que existem divergências na descrição da mesma. Além disso, do ponto de vista de iniciar o graduando na pesquisa este projeto estimula o trabalho em equipe, fortalece a aprendizagem e conhecimento científico na prática estreitando os laços entre ensino e pesquisa. Descrição: Os acadêmicos que participam do projeto são voluntários, do terceiro ao último semestre do curso de fisioterapia, selecionados por meio de histórico escolar e entrevista. Os alunos receberam treinamento teórico e prático sobre os instrumentos utilizados neste projeto e do protocolo do estudo. Foi realizado um estudo piloto para aprimoramento da realização da técnica durante a coleta dos dados. O treinamento proporcionou ao graduando abordagem para convidar pessoas para participarem, manuseio dos equipamentos e tabulação de dados obtidos durante a coleta. Além disso, foram capacitados a procurar as evidências científicas nas bases de dados, bibliotecas virtuais e outras fontes de informação científicas utilizando estratégias de buscas com descritores e operadores booleanos apropriados, bem como leitura crítica. Foram incentivados a participar de eventos acadêmicos e inscrever trabalhos para apresentar. Impactos: Observou-se que os que participantes da iniciação científica, desenvolveram habilidades com relação à busca e interpretação de artigos científicos bem como a facilidade para desenvolver o trabalho de conclusão de curso, assim como associar a prática ao conhecimento científico. O projeto tem oportunizado aos acadêmicos vivenciar o cotidiano do fisioterapeuta pesquisador e a prática baseada em evidências, uma vez que possibilita através da experimentação favorecer o aprendizado de materiais e métodos frequentemente utilizados na pesquisa. Por outro lado, também permitiu desenvolver habilidades de trabalhar em grupos, gerenciar o tempo de dedicação, adaptar-se a situações não previstas e ter foco no que está fazendo. Considerações: O projeto tem se mostrado muito importante para a formação acadêmica e também pessoal, por proporcionar experiências que exigem organização, compromisso, ética e principalmente embasamento cientifico, além do trabalho em equipe, atitudes e procedimentos embasados no conhecimento teórico-prático adquirido durante a graduação.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.