PARTICIPAÇÃO DE DISCENTES DE FISIOTERAPIA NO FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS ENTRE GESTANTES E PROFISSIONAIS DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE

Pâmela Acássia Jesus Souza, Amanda Santana Santos, Evanilza Teixeira Adorno, Josefa Franciane dos Santos, Guilherme Rodrigues Barbosa

Resumo


INTRODUÇÃO: A subunidade de aprendizagem Prática de Ensino na Comunidade (PEC) utiliza a problematização como mediadora na construção do conhecimento, permitindo aos acadêmicos da Universidade Federal de Sergipe inserção precoce na comunidade, possibilitando assim maior envolvimento com a realidade da população a ser acompanhada ao longo do processo ensino-aprendizagem. Relata-se a experiência de troca de conhecimentos a partir do diálogo com a comunidade, exercitada a partir de teorização em torno da temática Educação em Saúde. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: A partir do planejamento de oito estudantes do ciclo II de Fisioterapia da Universidade Federal de Sergipe/Campus Lagarto em conjunto com a equipe da unidade básica de saúde (UBS) Maria do Carmo Nascimento Alves, do município de Lagarto ? Sergipe foi elaborado um plano de ação tendo como objetivo principal propor a adaptação da comunidade local diante dos serviços ofertados pela UBS. O primeiro passo foi auxiliar as ações da UBS destinadas à comunidade, com a finalidade de colocar em prática o plano de ação, onde destacou-se o grupo de gestantes. Inicialmente elaborou-se um programa com quatro objetivos: acolhimento; orientações de toque fisioterapêutico e relaxamento; exercícios para melhorar a respiração e; bate papo (troca de experiências). As gestantes foram recepcionadas pelos estudantes enquanto no local tocava música ambiente para tornar mais aconchegante o encontro; o toque fisioterapêutico tinha como finalidade promover a segurança e o relaxamento da gestante com seu parceiro ou com quem estivesse lhe fazendo o toque; ensinar as gestantes a respiração diafragmática como forma de aperfeiçoar a respiração ao longo da gestação; e a roda de conversa foi o momento em que as gestantes puderam tirar suas duvidas com os profissionais e estudantes presentes em relação à gestação: parto, amamentação e cuidados no pré e pós-parto. IMPACTOS: Diante da experiência, foi perceptível por parte dos acadêmicos a satisfação em participar na realização desta ação favorecendo a troca de conhecimentos e aprendizado, permitindo assim o fortalecimento dos princípios do SUS e construindo atenção integral aos usuários. Para a equipe da UBS, a atividade com as gestantes permitiu uma melhor aproximação e desempenho profissional, como também execução dos serviços ofertados. Foi perceptível por parte dos acadêmicos a importância da comunicação recíproca facilitando a resolutividade dos problemas no cotidiano dos usuários. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Diante do exposto faz-se necessário construir mais ações que favoreçam a prática de educação em saúde numa perspectiva dialógica, permitindo uma melhor aproximação tanto das gestantes com a equipe de saúde quanto dos acadêmicos com a equipe da UBS e a comunidade.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.