DESAFIOS DA ATUAÇÃO DO FISIOTERAPEUTA NO APOIO MATRICIAL À ATENÇÃO BÁSICA: UMA ANÁLISE DA DEMANDA

Larissa Bragagnolo, Giovanni Gurgel Aciole

Resumo


Os conceitos de apoio matricial e equipe de referência foram incorporados à política de saúde para potencializar a integralidade do cuidado, ampliando a prática clínica e o diálogo entre os trabalhadores de saúde. Neste texto, relata-se uma experiência do fisioterapeuta no apoio matricial à Atenção Básica, na qual este profissional é predominantemente acionado por queixas de dores musculoesqueléticas, os encaminhamentos são realizados de maneira informal, e o apoiador é visto como profissional que ajuda a dar conta da demanda. Sob esse olhar, evidenciam-se aspectos a serem superados pelo apoio matricial como estratégia do trabalho em saúde, para que sua consolidação atinja a articulação entre equipe e apoiadores na forma sugerida pela proposta do Ministério da Saúde.


Palavras-chave


Fisioterapia; Atenção Primária à Saúde; Integralidade em Saúde; Saúde Pública.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18310/2358-8306.v8n17.a8

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.