A ATUAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA PREVENTIVA NAS LESÕES POR PRESSÃO: UMA REVISÃO DA LITERATURA

Camila Lopes, Michele Barth, Jacinta Sidegum Renner

Resumo


Introdução: A lesão por pressão se caracteriza por ser uma lesão que se localiza na extremidade da pele e em extremidades ósseas, que muitas vezes é resultado de uma pressão prolongada exercida sobre a pele. Acomete normalmente pessoas acamadas, com mobilidade reduzida e usuários de cadeiras de rodas. O tema sobre prevenção de lesões por pressão tem grande relevância, não somente para os profissionais da enfermagem, mas para diversos profissionais da área da saúde, dentre eles o fisioterapeuta. Objetivo: Assim, o objetivo do presente estudo foi verificar quais métodos utilizados na fisioterapia que auxiliam na prevenção das lesões por pressão. Metodologia: O estudo é de natureza básica e os procedimentos técnicos se caracterizam como uma revisão sistemática da literatura. Como ferramenta de coleta de dados foi utilizado o Google Acadêmico. A busca de artigos foi limitada aos últimos 15 anos (2004 à 2019), com a utilização dos seguintes termos: lesões por pressão, intervenção fisioterapêutica, prevenção, saúde. Encontrou-se 350 artigos, dos quais 10 foram considerados relevantes por tratarem especificamente sobre lesões por pressão, sendo que os demais tratavam de outros assuntos relacionados à fisioterapia. Resultado: A revisão da literatura revelou que diversos métodos utilizados na fisioterapia podem auxiliar na prevenção das lesões por pressão, como por exemplo o auxílio da cinesioterapia, com exercícios passivos e ativos que auxiliam na melhora da circulação, automaticamente aumentando a oferta de oxigênio aos tecidos e mantendo a integridade da pele; o uso de recursos terapêuticos manuais e o uso da crioterapia. Além disso, todos os profissionais da área da saúde devem orientar os pacientes e familiares sobre a importância da mudança de decúbito e da deambulação precoce. Conclusão: A atuação fisioterapêutica em particular, tem grande relevância na prevenção das lesões por pressão, pois apresenta diversos procedimentos para prevenir tal problema. Observa-se que ainda há poucos estudos voltados a prevenção de lesões por pressão, sendo que a maioria dos indivíduos e profissionais se preocupam com estas apenas quando o problema já está instalado e/ou agravado.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.