AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DO SONO DE ESTUDANTES DE FISIOTERAPIA

Daisy Satomi Ykeda, Thamires da Silva Leal

Resumo


Introdução: O estudante universitário tem uma rotina extenuante, com muitas atividades acadêmicas e extracurriculares. Na necessidade de cumprir essa demanda, deixa de lado sua vida social, familiar e até mesmo necessidades básicas como sono e alimentação. O sono está relacionado com a consolidação da aprendizagem e da memória, além de ter um papel importante no controle dos processos restaurativos. Para que ocorram tais processos de restauração e consolidação da memória, no entanto, é necessário que haja uma boa qualidade do sono. Objetivo: Avaliar a qualidade do sono de estudantes de Fisioterapia. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal. Foram incluídos os acadêmicos maiores de 18 anos do curso de Fisioterapia de período integral de uma universidade pública que concordaram em participar e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa conforme o Parecer 1.125.334. Foram aplicados dois questionários online na plataforma Google Drive, o primeiro para coleta de informações dos participantes como idade, sexo e período do curso, e o segundo para avaliação da qualidade do sono, o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (PSQI-BR). Resultado: A amostra foi composta por 76 estudantes, com média de 21 anos de idade. Deste total, 61 eram do sexo feminino (86,26%). Na avaliação da qualidade do sono, encontrou-se que 19/76 (25%) apresentaram sono boa qualidade, 44/76 (58%) sono de má qualidade e 13/76 (17%) distúrbio do sono. Portanto, 75% dos estudantes apresentaram qualidade do sono ruim ou distúrbio. Conclusão: A maioria dos estudantes do curso de graduação em Fisioterapia deste estudo apresentou qualidade do sono ruim ou distúrbio do sono.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.