ESPIAR: JOGO DIGITAL E EDUCACIONAL PARA FISIOTERAPIA CARDIORRESPIRATÓRIA E TERAPIA INTENSIVA

Daniel Girardi, Tatiana de Assis Girardi

Resumo


Introdução: Nos últimos anos, os jogos têm sido cada vez mais utilizados no contexto educacional, sendo denominados por jogos educacionais ou jogos sérios. Esses jogos são desenvolvidos e utilizados como ferramenta de apoio ao desenvolvimento de novas habilidades, do raciocínio lógico, das tomadas de decisão, da comunicação e do trabalho em grupo, através de uma abordagem mais dinâmica e motivadora. Por isso, a utilização dos jogos em salas de aula têm atraído crescente atenção na área da saúde, uma vez que, inclui todos os aspectos da educação: ensino, formação e informação. Acompanhando essa tendência, foi criado um jogo digital educacional para auxiliar o processo de ensino-aprendizagem em fisioterapia cardiorrespiratória e em terapia intensiva. Objetivo: Apresentar o EspiAR, que é um jogo digital educacional para auxiliar no ensino de fisioterapia cardiorrespiratória e em terapia intensiva. Metodologia: O presente estudo, de natureza descritiva, configura-se no desenvolvimento de um jogo educacional, que é baseado num famoso jogo de tabuleiro, chamado Codenomes. O EspiAR foi desenvolvido para a web e fica disponível no site: http://girardi.blumenau.ufsc.br/fisioterapia. Resultado: Para jogar o EspiAR, são formadas duas equipes: a vermelha e a azul. As equipes devem ser formadas por no máximo quatro integrantes, onde um, será o mestre. Para começar o jogo, é necessário que cada equipe tenha dois computadores conectados no site mencionado. As duas equipes devem escolher um mesmo número de até oito caracteres. Com a seleção do número, a tela dos computadores mostrará de forma aleatória, vinte e cinco palavras relacionadas com conceitos de fisioterapia cardiorrespiratória e em terapia intensiva. O mestre é o único que tem em sua tela, as palavras que correspondem às da sua equipe. Assim, o mestre deverá dizer apenas uma palavra, que não pode estar presente nas cartas que estarão dispostas na tela e essa palavra deverá fazer com que o integrante da sua equipe selecione uma palavra que correlacione corretamente com a palavra dita pelo mestre. Caso o jogador erre, passa a vez para a outra equipe. Vence o jogo, a equipe que encontrar primeiro todas as suas palavras e perde imediatamente, a equipe que selecionar a palavra espiã. Conclusão: Apresentamos um jogo que pode auxiliar o professor a promover e melhorar o conhecimento conceitual em fisioterapia cardiorrespiratória e em terapia intensiva e a desenvolver outras habilidades cognitivas nos alunos, de forma informal e descontraída. O jogo é fácil, prático e pode ser ajustado para diversas outras disciplinas.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.