AÇÕES DE PROMOÇÃO DA SAÚDE COM UM GRUPO DE IDOSOS DE SÃO LEOPOLDO-RS: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Daniela Pedroso, Greicy Costa, Patricia Martins, Renata Bueno

Resumo


Introdução: Devido à redução da taxa de mortalidade e fecundidade e o aumento da expectativa de vida em países emergentes como o Brasil, o envelhecimento populacional, antes evidenciado em países desenvolvidos, tornou-se uma realidade brasileira. Junto ao processo de envelhecimento ocorrem transformações biológicas, psicológicas e sociais, que podem causar alterações na capacidade funcional do idoso, afetando diretamente a sua qualidade de vida. Com isso, o fisioterapeuta possui um papel fundamental ao realizar atividades de Promoção da Saúde, as quais se fazem indispensáveis para essa faixa etária, a fim de propor trocas de conhecimento e de experiências para desenvolver a prática do autocuidado entre os idosos. Nos Grupos de Promoção da Saúde, são realizadas intervenções coletivas e interdisciplinares de saúde, que visam abordar o ser biopsicossocial vinculado ao envelhecimento saudável e ao processo saúde-doença. Descrição: Foram realizadas atividades de Promoção da Saúde com um grupo de idosos participante do Programa Pró-Maior, vinculado ao Centro de Cidadania e Ação Social - CCIAS da Unisinos, localizado na cidade de São Leopoldo-RS. As intervenções ocorreram uma vez por semana, com a duração de uma hora, durante três meses, totalizando dez encontros, e foram realizadas por estagiárias do 6º semestre do curso de Fisioterapia da UNISINOS vinculadas ao Estágio em Fisioterapia I. Nesses encontros, os participantes tiveram a oportunidade de apontar os assuntos nos quais tinham interesse de aprofundar conhecimentos, sendo destacados os seguintes temas: Doenças Crônicas Não Transmissíveis abordando a Diabete Mellitus, Hipertensão Arterial Sistêmica e alguns de seus desfechos como o Infarto Agudo do Miocárdio e o Acidente Vascular Cerebral, e ainda, depressão, ansiedade, stress, distúrbios do sono e cefaléia. Para a abordagem desses assuntos, foram realizadas rodas de conversa seguidas de atividades práticas, para o melhor entendimento dos temas propostos. Impactos: A realização dessas ações de Promoção da Saúde permitiu que as estagiárias colocassem em prática os conhecimentos construídos nas atividades acadêmicas do curso até o momento, superando o desafio de trabalharem em equipe e de realizarem atividades de acordo com as necessidades dos idosos participantes. Sendo assim, os encontros geraram resultados positivos, em que as intervenções possibilitaram trocas de conhecimentos e de experiências de forma dinâmica e descontraída. Considerações: As ações de Promoção da Saúde propostas, mostraram-se eficientes no atendimento às dúvidas dos idosos participantes, além de possibilitarem a construção de vínculo de confiança entre os idosos e as estagiárias, tornando as intervenções agradáveis e divertidas, colaborando para a maior adesão dos participantes nas atividades propostas, bem como contribuíram para o aprendizado e o desenvolvimento das competências necessárias para o trabalho em equipe por parte das estagiárias.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.