A IMPORTÂNCIA DA INSERÇÃO DO ACADÊMICO NO UNIVERSO DA PESQUISA, DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E DA EXTENSÃO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Katieli Santos de Lima, Milene Almeida Ribas, Themis Goretti Moreira Leal de Carvalho

Resumo


Introdução: A inserção na pesquisa e extensão durante a graduação é uma oportunidade vivenciada pelos acadêmicos do curso de Fisioterapia da Universidade de Cruz Alta. Acontece desde os primeiros semestres da graduação e permite a vivencia da teoria estudada em sala de aula associada a pratica de campo permitindo conhecimento de novas teorias e conceitos, despertando o interesse para a construção do perfil profissional do acadêmico. Descrição: Trata-se de um relato de experiência da participação de acadêmicas do curso de Fisioterapia em um projeto de pesquisa PIBITI (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Inovação Tecnológica) como bolsistas voluntárias. Este estudo faz parte de um trabalho desenvolvido pelo grupo de pesquisa Núcleo de Pesquisa em Saúde Coletiva da UNICRUZ, que em parceria com a Universidade do Estado de Santa Catarina-UDESC, e EMATER/ASCAR do Estado do Rio Grande do Sul realiza exames relacionados a saúde postural e exames laboratoriais em produtores rurais da atividade leiteira, os quais foram selecionados por extensionistas rurais da EMATER/ASCAR/RS e posteriormente, foram convidados a participar deste projeto. O mesmo envolveu 12 municípios da região do Alto Jacuí/RS. Impactos: O contato com a pesquisa, inovações tecnológicas, parcerias com distintas instituições, proporcionadas em projetos de extensão, permite ao acadêmico um diferencial na sua formação, além de que conteúdo ou avaliações abordadas talvez não fossem desenvolvidas somente em sala de aula. A pratica vivenciada por meio da pesquisa e de novos instrumentos de avaliação, permite ao acadêmico o questionamento, raciocínio, o diálogo, instigando-o a buscar mais conhecimento sobre tal técnica, ou patologia, bem como as soluções para o mesmo. Devido a isso, a participação do acadêmico exige dedicação, comprometimento e disciplina. Dentre as avaliações abordadas, destacaram-se o exame de força de preensão manual com o uso de um dinamômetro digital (NB-900) desenvolvido pelo Laboratório de Instrumentação da UDESC, e a biofotogrametria para avaliação postural dos produtores rurais. Além destas, são realizados exames laboratoriais, avaliações de dinamometria de extensão lombar, bioimpedância, questionários de qualidade de vida, entre outros. Considerações: O universo da pesquisa permite uma visão diferenciada para os acadêmicos, no sentido de buscar conhecimento e saber como intervir nas situações, usando seu conhecimento técnico-científico, sendo uma experiência impar participar de um grupo de pesquisa aonde consegue-se levar saúde e qualidade de vida para trabalhadores rurais da atividade leiteira. É de extrema importância inserir o acadêmico neste meio, e o quanto antes, para ter essa percepção, de resolução e contato com os pacientes/comunidade, a fim de permitir que o acadêmico possa ter uma visão crítica e reflexiva de como compreender as necessidades da realidade, e poder assim intervir na saúde do trabalhador rural, permitindo melhorar a sua qualidade de vida.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.