COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DESENVOLVIDAS PELOS ALUNOS DO CURSO DE FISIOTERAPIA NO ESTÁGIO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE

Rebecca Barbosa de Decco Monteiro Marinho, Maria Alice Junqueira Caldas, Marcos Souza Freitas, Rayla Amaral Lemos, Renata Alvarenga Vieira, Cyntia Pace Schmitz Correa, Diogo Simões Fonseca, Lea Tami Suzuki Zuchelo

Resumo


Introdução: Com a definição da Atenção Primária à Saúde (APS) como eixo central da reestruturação do modelo assistencial no Brasil e uma das principais inovações tecnológicas do século XX, surge a necessidade do redimensionamento do entendimento da saúde. Diante destes desafios, a Fisioterapia está inserida neste contexto de mudanças do perfil epidemiológico brasileiro e do rompimento do modelo curativista vigente. Descrição: As Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação na área da saúde orientam a construção do perfil acadêmico e profissional com competências, habilidades e conteúdo que possibilitem a atuação com qualidade, eficiência e resolutividade no Sistema Único de Saúde (SUS). Neste sentido, os docentes do Estágio em APS do curso de graduação de Fisioterapia da UFJF propuseram a utilização de uma ferramenta de análise de competências específicas a serem desenvolvidas pelos estagiários abordando os seguintes eixos de conhecimento: 1. Levantamento epidemiológico em saúde e informações de diretrizes para o atendimento ; 2. Utilização de ferramentas de Análise de Saúde da comunidade, família e indivíduo; 3. Participação em reuniões de equipe semanal /Atividade Interprofissional; 4. Realização de referência e contra referência; 5. Planejamento e execução de atividades em grupo (assistenciais, de educação em saúde, de promoção e de prevenção); 6. Articulação de atividades junto aos equipamentos sociais; 7. Matriciamento / Educação permanente; 8. Elaboração de materiais educativos; 9. Participação de reuniões do Conselho Local e Municipal de Saúde; 10. Planejamento e execução de atividades de atendimento domiciliar aos usuários os quais necessitem desta atenção; sala de espera na unidade de saúde e campanhas de saúde. Esta ferramenta norteia os alunos para a análise das condições de saúde da população considerando as diversas percepções dos demais profissionais da equipe e execução de ações integradas em conformidade com os princípios do SUS. Além disso, orienta o cuidado em Fisioterapia na APS de acordo com a necessidade individual e coletiva da população, integrado com as prioridades definidas pela equipe, articulando os conteúdos teóricos e práticos ministrados anteriormente, desenvolvendo e consolidando atitudes e preceitos éticos profissionais. Impactos: A clareza das competências e habilidades exigidas aos estagiários facilita o processo de ensino-aprendizagem uma vez que os colocam em posição ativa para alcançar o objetivo do estágio. As atividades a serem desenvolvidas pelos estagiários também são construídas pelos profissionais dos serviços, os quais participam na formação de novos fisioterapeutas. Contribuição para a construção de referenciais do trabalho do fisioterapeuta na APS, influenciando as políticas de saúde, educação e profissional. Considerações: A inserção do fisioterapeuta nos serviços de atenção primária à saúde é um processo em construção, embora historicamente tenha se mantido no nível da reabilitação, atualmente possui competências e habilidades suficientes para a atuação em outros níveis de atenção. Nesse sentido, espera-se que este estudo possa promover um espaço de discussão e formulação de propostas que viabilizem a implementação das necessidades de formação apontadas, estabelecendo assim um caminho para a atuação deste profissional na saúde pública, assegurando o acesso universal e equânime à promoção, proteção e recuperação da saúde do povo brasileiro.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.