GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA NA UFRN: 40 ANOS EM MOVIMENTO

Edinavit Alves de Oliveira, Willyenne Gomes de Lima, Dyego Miquéias de Araújo, Matheus de Paiva Azeved, Jaqueline Fernandes Pontes

Resumo


Introdução: Na Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, a formação de fisioterapeutas se inicia em 12 de junho de 1978, quando da criação do curso de graduação. O reconhecimento deste curso pelo Ministério da Educação - MEC só aconteceu quase oito anos depois, em 10 março de 1986. Hoje após 40 anos dedicados à formação de profissionais fisioterapeutas, a graduação em Fisioterapia da UFRN se orgulha em ter participado, a nível nacional e internacional, do desenvolvimento desta categoria profissional. Possibilitar a criação de um acervo documental do curso e divulgar por meio de um vídeo esta profissão e sua formação, em uma instituição pública de ensino superior, com 60 anos de tradição, é a meta. Descrição: A fim de coletar os mais variados depoimentos e experiências ao longo destes 40 anos de formação em fisioterapia foram realizadas entrevistas com os profissionais que estiveram na fundação do curso, com professores e ex-alunos da graduação. Impactos: Pretendemos impactar a comunidade universitária e profissional do Estado do Rio Grande do Norte e do Brasil, através da recuperação de dados históricos e da construção da memória do curso. Além da divulgação da profissão, pretende-se a troca de saberes e o incentivo às pesquisas futuras. Continuamos buscando esta 'História Intencional', como chamava Husserl: uma História que não se limita a estudar as características de determinada cultura ou civilização; uma História que se refere ao 'presente vivo' (lebendige gegenwart), ou seja, ao passado que tem um vínculo conosco. Considerações: Por fim, a produção deste material audiovisual surge de modo a sensibilizar as pessoas sobre a complexidade da sua atuação no mundo do trabalho de hoje, principalmente os estudantes de graduação e pós-graduação, que serão beneficiados com a criação deste acervo. O vídeo se apresenta então como um recurso pedagógico acessível e que contribui ainda mais para a formação dos futuros fisioterapeutas. Além disso com os depoimentos transcritos e os vídeos brutos arquivados o acervo possibilitará a todos fonte primária para pesquisa. Assim aproximam-se os profissionais interessados por fazer mais e melhor a Fisioterapia, através dos cursos de lato e stricto sensu que o Departamento de Fisioterapia da UFRN disponibiliza.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.