INFLUÊNCIA DAS INTERCORRÊNCIAS NEONATAIS NO DESENVOLVIMENTO MOTOR DE CRIANÇAS PREMATURAS

Nicole Almeida, Daiane Aparecida da Silva, Larissa Rebola Volpi da Volpi, Marimar Andreazza, Arlete Ana Motter, Talita Gianello Gnoato Zotz

Resumo


Introdução: a avaliação dos componentes que influenciam e são influenciados pelo complexo processo do nascimento prematuro é indicada para embasar estratégias terapêuticas que estimulem o desenvolvimento motor dessas crianças. O objetivo do estudo foi analisar a influência das intercorrências neonatais no desenvolvimento motor de crianças prematuras. Metodologia: o estudo foi realizado por meio da análise de prontuários; e o desenvolvimento neuropsicomotor, avaliado por meio do Teste Triagem Denver II – após a alta da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, em prematuros de 0 aos 12 meses de idade corrigida. Foi realizada análise estatística por meio da correlação de Pearson pelo software SPSS 20.0. Resultados: houve correlação significativa (p<0,05) entre o tempo de uso da pressão positiva contínua (CPAP) versus peso (R=-0,45), e negativa, moderada e significativa entre CPAP versus tempo de gestação (R=-0,67); quando correlacionado com classificação da Denver com idade corrigida, foi moderado e positivo (R=0,54). Conclusões: as intercorrências neonatais analisadas neste estudo parecem não ter influência direta ao desenvolvimento motor.


Palavras-chave


Recém-Nascido; Nascimento Prematuro; Desenvolvimento Infantil; Fisioterapia; Serviços de Saúde da Criança.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18310/2358-8306.v8n17.a3

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.