AVALIAÇÃO DO PERFIL E CONHECIMENTO DE UM GRUPO DE MULHERES EM RELAÇÃO AO EXAME CITOLÓGICO DO COLO DO ÚTERO

Vladmir Lopes de Souza, Júlia Freitas Carreira

Resumo


INTRODUÇÃO: O Câncer do colo do útero é considerado uma doença crônico degenerativa com alto grau de letalidade e morbidade, sendo considerado um problema de saúde pública mundial, devido às altas taxas de prevalência e mortalidade em mulheres que se encontram em fase produtiva. No Brasil, em 2012, são esperados 17.540 casos novos, com um risco estimado de 17 casos a cada 100 mil mulheres. Em 2009, esta neoplasia representou a terceira causa de morte por câncer em mulheres com 5.063 óbitos, representando uma taxa bruta de mortalidade de 5,18 óbitos para cada 100 mil mulheres. OBJETIVOS: Verificar o conhecimento das mulheres, atitudes e sentimentos em relação ao exame preventivo do câncer de colo uterino, verificar a periodicidade que essas mulheres realizam o exame e identificar as dificuldades relatadas pelas mulheres que possam propiciar a não realização do exame. METODOLOGIA: Foi realizado um estudo qualitativo com abordagem descritiva. Foram entrevistadas 50 mulheres entre 18 a 50 anos de idade, cadastradas em Unidade Básica de Saúde em um Município do interior do Estado do Rio de Janeiro. RESULTADOS: Os resultados mais importantes encontrados foram: - a maioria das participantes da pesquisa não são fumantes (93%); - 32% utilizam o anticoncepcional. ; - 45% da amostra realiza o exame anualmente; - 85% da amostra realiza o exame com foco preventivo; - 62% realizam o exame pelo SUS; - 58% realizam o exame para detectar o câncer do colo de útero; - 83% da amostra não identificaram câncer do colo de útero na família; - 65% não participam de palestras educativas; - 99% relatam não terem adquiridos doenças sexualmente transmissíveis; CONCLUSÃO: De uma forma geral a maioria dos dados coletados são satisfatórios em relação aos diferentes temas avaliados durante as pesquisas e se equivalem a outros estudos. Entre os dados avaliados o ponto mais negativo foi que 65% das mulheres não participam de palestras educativas quando a prevenção do câncer do colo de útero já o dado mais positivo é que 58% da amostra tem entendimento da necessidade de se realizar o exame como método preventivo do câncer do colo de útero.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.