A EXPERIÊNCIA DE ESTUDANTES COMO COLEGIADO GESTOR DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE

Erika Karla Gomes Araújo, Aline da Silva Alves, Renan Soares de Araújo, Silmara Maria Alves Fernandes da Silva, Susane Carlene Cardoso da Silva

Resumo


INTRODUÇÃO: Quatro projetos/programas de extensão popular têm se destacado na Universidade Federal da Paraíba: Projeto de Educação Popular e Atenção à Saúde da Família (PEPASF), Programa Práticas Integrais da Promoção da Saúde e Nutrição na Atenção Básica em Saúde (PINAB), Programa de Educação Popular e Saúde do Trabalhador (PEPST), e PALHASUS que se articula em rede através do Núcleo de Educação Popular em Saúde (NEPOPS), antigo Programa de Educação Popular em Saúde (PROGEPS) que iniciaram suas atividades conjuntas em 2012. O NEPOPS tem o auxílio do Colegiado Gestor formado por extensionistas dos projetos/programas que o compõem. O NEPOPS nasce do desejo e da necessidade de construir uma articulação mais organizada institucionalmente entre esses diferentes projetos, possibilitando a implementação de ações mais estruturadas que dessem suporte aos mesmos (ALVES, 2014). Além disso, possibilitar o debate interno para ampliar/promover as ações de Educação Popular em Saúde, e avançar na discussão dos caminhos de uma formação universitária mais participativa e engajada na realidade social. Este trabalho propõe-se a apresentar a experiência da construção do trabalho em rede no NEPOPS e seus impactos na formação estudantil, sob o olhar do Colegiado Gestor deste Núcleo durante o ano de 2014. DESCRIÇÃO DA EXPERIÊNCIA: O NEPOPS tem reuniões quinzenais, que ocorrem em duas partes: 1) reunião das comissões (formação, sistematização, vivência, fórum), onde cada comissão discute metas e objetivos, considerando suas especificidades; 2) repasse da reunião das comissões para reunião geral. Cada representante do Colegiado Gestor integra uma comissão, a fim de incentivar e dinamizar a participação, garantir o cumprimento das tarefas e sistematizar as presenças e relatorias das reuniões. Esse Colegiado reúne-se mensalmente e em separado, a fim de discutir as dificuldades e buscar soluções para elas, de forma a manter o Núcleo em atividade. Também é papel dele, facilitar a comunicação com a coordenação dos projetos/programas e garantir o repasse das informações do NEPOPS para as reuniões internas dos mesmos. IMPACTOS: Devido à atuação conjunta do Colegiado Gestor do NEPOPS com participantes de todas as comissões, em 2014, o protagonismo estudantil manteve o Núcleo em atividade. No entanto, o esvaziamento durante o ano gerou desgaste naqueles que permaneceram, em especial nos componentes do Colegiado Gestor. Entretanto, foram criados e fortalecidos os laços de amizade, companheirismo, amorosidade e esperança de uma sociedade mais solidária e justa. Além de importantes aprendizados, como o (re) conhecimento do trabalho coletivo como essencial na construção da sociedade que queremos, e que algumas contradições encontradas nesse processo fazem parte das características humanas. CONSIDERAÇÕES FINAIS: Destacamos que a constituição de espaços como estes são imprescindíveis para que estudantes ainda em formação acadêmica possam interagir com diferentes áreas e projetos com frentes de ação distintas e se responsabilizarem por algo com a dimensão do Núcleo. O que oportuniza o confronto de diferentes formas de pensar e viabiliza o aprendizado da construção de um diálogo, que permita a todos os presentes contribuir para uma formação verdadeiramente coletiva, com responsabilidade e respeito pelas diferentes formas de interpretar a vida.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.