EFICÁCIA DO EXERCÍCIO FÍSICO AERÓBICO NA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA

Alexsandra Farrapo de Souza, Leandro Gomes Barbieri, Francisco José Carvalho, Danielle Gonçalves Fernandes Vieira Barbieri, Denis Frota Guimarães

Resumo


INTRODUÇÃO: Hipertensão Arterial Sistêmica é tida como uma condição clínica multifatorial, caracterizada por níveis elevados e sustentados da pressão arterial, e ainda responsável pelo aumento dos eventos cardiovasculares fatais ou não. O exercício aeróbico tem sido um método de tratamento utilizado, como efeito hipotensor, sendo indicado como forma de prevenção e tratamento para a patologia. OBJETIVOS: Verificar a utilização do exercício físico aeróbico como método hipotensor e de tratamento na Hipertensão Arterial Sistêmica. METODOLOGIA: Revisão integrativa de literatura nacional e internacional, compreendendo os períodos de 2012 a 2014, sendo considerados apenas os artigos acerca do tema proposto encontrados na íntegra nas bases e bancos de dados: Medline, Lilacs, Bireme, PubMed, Scielo e PEDro. A pesquisa ocorreu no período entre fevereiro e junho de 2014. Inicialmente foram selecionados 73 artigos, mas ao final da pesquisa e rigorosa análise, somente 15 foram incluídos, pois estavam em consonância aos objetivos do presente estudo. RESULTADOS: A literatura aponta um eficiente efeito hipotensor pós-exercício aeróbico na hipertensão, como estratégia de tratamento não-medicamentoso e com efeitos positivos dos níveis de pressão arterial sistólica e diastólica. Os autores explanam que a hipotensão pós-exercício acontece em função de uma troca no controle barorreflexo, uma redução na resposta alfa-adrenérgica, além da liberação de substâncias vasodilatadoras em resposta ao exercício. Assim ocorre diminuição da pressão arterial, frequência cardíaca, e consequentemente uma melhora em aspectos importantes da qualidade de vida relacionada à saúde, e da capacidade funcional dos hipertensos e previne/reduz os riscos de eventos cardiovasculares. CONCLUSÃO: A revisão dos artigos selecionados mostrou bons resultados quanto ao uso do exercício aeróbico como coadjuvante do tratamento para hipertensão e como método preventivo de outras doenças cardiovasculares. Além de refletir o impacto de ser um tratamento mais saudável, o mesmo pode ser aderido de forma fácil por não apresentar custos.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.