A HIDROTERAPIA COMO ABORDAGEM FISIOTERAPEUTICA NAS UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL

Thaila Bárbara de Sena Dias, Jordana Maia Dias, Larissa de Magalhães dos Santos, Ana Paula Romão Bastos Simplicio

Resumo


Introdução: Sabe-se que a unidade de terapia intensiva neonatal é um ambiente que apresenta diversos equipamentos, assim como inúmeras tecnologias e que em geral a hospitalização torna-se uma experiência muito diferente ao recém-nascido e até muitas das vezes desgastante, pois normalmente convivem com terapias dolorosas e estressantes, excesso de barulho e luzes fortes, sendo necessário também em alguns momentos repetir avaliações. Por outro lado dentre os diversos profissionais habilitados para lidar com esses recém-nascidos hospitalizados contamos com o fisioterapeuta e a utilização da hidroterapia neonatal como recurso terapêutico fazendo uma ligação entre exercícios aquáticos e terapia física. Objetivos: Verificar a importância da hidroterapia nas unidades de terapia intensiva em neonatologia, no manejo da dor e do estresse em recém-nascidos hospitalizados. Materiais e Métodos: Está é uma revisão sistemática de literatura realizada em meio eletrônico em Maio de 2016, utilizando-se as bases Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), EBSCO e SciELO no período de 2012 a 2015. Realizamos a pesquisa utilizando os descritores hidroterapia; unidade de terapia intensiva neonatal; fisioterapia aquática. Resultados: Baseando-se em estudos analisados por meio de artigos, sabe-se que a unidade de terapia intensiva neonatal possui os principais recursos necessários para garantir o funcionamento correto das funções vitais do recém- nascido, em alguns momentos sendo um ambiente estressante, contudo comprovou-se que a hidroterapia é uma ferramenta terapêutica que possui seus benefícios muito bem evidenciados, quanto ao relaxamento, prevenção do estresse, aumento da capacidade vital, reabilitação, assim como também no alongamento dos músculos e evolução da coordenação. Conclusão: Constatou-se que a presente pesquisa proporcionou conhecimento significativo e relevante quanto à importância da hidroterapia. Enfatizando assim também que o método demonstrou-se eficiente na abordagem fisioterapêutica em UTI neonatal, que muitas das vezes torna-se um lugar estressante ao recém- nascido.

Palavras-chave


Hidroterapia; Unidade de terapia intensiva neonatal; Fisioterapia

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.