A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NO PROCESSO DE REABILITAÇÃO DOS ESCALPELADOS

Sinelma da Silva Carvalho, Cléber Alexandre de Oliveira

Resumo


Introdução: O escalpelamento é um acidente ocasionado pela avulsão do couro cabeludo e lesões em áreas adjacentes do mesmo, apresentando uma alta incidência em comunidades ribeirinhas que trafegam em embarcações mal equipadas, com eixo do motor desprotegido. Crianças e mulheres são as mais atingidas, que por algum descuido os cabelos entram em contato com o eixo do motor em alta rotação, provocando o escalpelamento de forma abrupta e traumática. O tratamento fisioterapêutico junto a vitima demostrou-se de suma importância, como forma de evitar prejuízos a saúde, visando à minimização das sequelas físicas, garantindo funcionalidade e qualidade de vida. Objetivos: Esta pesquisa teve como objetivo evidenciar através dos estudos literários a importância e contribuição da fisioterapia no tratamento das vitimas de escalpelamento, destacando a eficácia do tratamento fisioterapêutico no processo reabilitacional das vitimas. Materiais e Métodos: O presente estudo trata-se de uma revisão da literatura dando ênfase ao tratamento fisioterapêutico em vitimas de escalpelamento. Realizou-se a revisão da literatura até outubro de 2015 no banco de dados LILACS, WHOLIS, SCIELO e SCOPUS, sobre publicações que utilizavam os termos “escalpelamento”, “scalping” e “scalp”. Resultados: Na presente pesquisa foram encontrados 1222 artigos, sendo apenas 40 com abordagem de escalpelamento do couro cabeludo, dois foram na Amazônia, sendo uma revisão e o outro relato de caso. Foram utilizadas informações de um trabalho de conclusão de curso e duas dissertações de mestrado. Com estes foram obtidos dados sobre a ocorrência, classificação, incidência, quadro clínico e tratamento clínico das vitimas de escalpelamento. Conclusão: O trauma por escalpelamento acarreta em suas vitimas sequelas físicas e funcionais, deformidades estética irreparáveis, acometimento profundo da cinética postural do mesmo. Apesar destes impactos a revisão evidenciou que existem poucos estudos sobre a problemática, principalmente no que diz respeito ao tratamento fisioterapêutico junto a vitima, o que indica ser necessário pesquisar e publicar nessa área de conhecimento.

Palavras-chave


Escalpelamento; Fisioterapia; Comunidade ribeirinha

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A revista Cadernos de Educação, Saúde e Fisioterapia foi avaliada como B2 na área de Ensino, B3 na área de Serviço Social, B4 nas áreas de Saúde Coletiva, Interdisciplinar, Enfermagem e Educação Física e B5 na área de Medicina II e Arquitetura, Urbanismo e Design no QUALIS/CAPES - Quadriênio 2013-2016.