AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE SOBRE SEXUALIDADE COM IDOSOS

Autores

  • Núbia Fernanda Vieira dos Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI
  • Laura Maria Feitosa Formiga UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI
  • Ana Klisse Araújo Silva UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI
  • Miriane da Silva Mota UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI
  • Gabriela Sabatine Ribeiro Bezerra UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI
  • Lorena Mayara Hipólito Feitosa UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

DOI:

https://doi.org/10.18310/2446-4813.2017v3n2p162-171

Palavras-chave:

Idoso, Sexualidade, Educação em Saúde.

Resumo

Objetivo: Avaliar ações de educação em saúde sobre sexualidade em idosos. Métodos: Trata-se de um estudo de intervenção, prospectivo, do tipo antes e depois com abordagem quantitativa. Aconteceu no período de maio de 2016 a janeiro de 2017 em uma Estratégia de Saúde da Família. A amostra do estudo foi censitária. Usou-se um instrumento estruturado para conhecer a realidade do participante e inquérito de Conhecimento, Atitude e Prática, o qual foi aplicado no início e fim do estudo. Os dados coletados foram distribuídos e analisados no programa estatístico Statitical Package for the Social Sciences, versão 20.0. Aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí através do parecer Nº 1.891.050. Resultados: A grande parte 78,6% eram do gênero feminino, com faixa etária entre 60 a 65 anos, 69,0% analfabetos, 78,6% com renda de 1 salário mínimo. Referente ao Conhecimento, Atitude e Prática, antes de aplicar o instrumento 25% sabia a diferença entre sexo e sexualidade, enquanto após intervenções 75,0% respondeu saber distingui-la. 50% afirmaram que a sexualidade não é importante e após intervenções 57,1% responderam que é importante. Conclusão: Mediante os resultados encontrados o conhecimento geral sobre sexualidade dos idosos, apresentaram resultados satisfatórios, sendo possível notar a contribuição que a educação em saúde trouxe para o reconhecimento da importância da sexualidade neste grupo. Os profissionais devem atuar na perspectiva de promoção da saúde com uma visão positiva do processo de envelhecimento e da sua sexualidade.

Biografia do Autor

Núbia Fernanda Vieira dos Santos, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

Enfermeira

Laura Maria Feitosa Formiga, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

Enfermeira.Doutoranda pela Universidade de São Paulo – USP. Professora do Departamento de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Piauí – UFPI/CSHNB.

Ana Klisse Araújo Silva, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

Enfermeira. Especialista em Nefrologia.

Miriane da Silva Mota, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

Acadêmica de Enfermagem da Universidade Federal do Piauí

Gabriela Sabatine Ribeiro Bezerra, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

Enfermeira

Lorena Mayara Hipólito Feitosa, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

Enfermeira.

Referências

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de Indicadores 2010. [Citado em 12 de maio de 2016]. Disponível em:http://www.censo2010.ibge.gov.br/primeiros_dados_divulgados/index.php?uf=22.

OLIVEIRA GBVP, NUNES IFOC, CARVALHO LR, FIGUERÊDO RG, OLIVEIRA MCB, CARVA CMRG. Perfil antropométrico e níveis séricos de vitamina D de idosos participantes do programa saúde da família de Teresina. Rev. Interd. Ciên. Saúde. 2010; 1 (1): 48-55.

MOTHÉ PR,LEITE TL, CUNHA TCO,PUGLIA VMS . Levantamento dos dados demográficos do município de Campos dos Goytacazes/RJ como subsídios para a pedagogia do envelhecimento. Rev. Perspectiva Online: hum & sociais aplicada [Campos dos Goytacazes]. 2016; 17(6): 14-21.

LUZ ACG, MACHADO ALG, FELIPE GF,TEIXEIRA EM,SILVA MJ,MARQUES MB. Comportamento sexual de idosos assistidos na estratégia saúde

da família. J. Res. Fundam. Care. Online.2015; 7( 2): 2229-2240.

ISOLDI DMR, CABRAL AMF, SIMPSON C A Ação educativa com idosos em situação de vulnerabilidade. Rev. Rene.2014;15(6):1024-1029.

FALKENBERG MB, MENDES TPL,MORAES EP, SOUZA EM. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciênc. Saúde Coletiva.2014; 19( 3): 847-852.

Ministério da Educação(BR). Instituto Nacional do Desenvolvimento da Educação. Manual do aplicador do estudo CAP. Brasília: MS; 2002.

Ministério da Saúde (BR). Conselho Nacional de Saúde. Resolução 466/12. Brasília: MS; 2012.

PEREIRA GS, BORGES CI. Conhecimento sobre o HIV/AIDS de participantes de um grupo de idosos, em Anápolis-Goiás. Esc Anna Nery. 2010; 14 ( 4): 720-725.

CARDOSO FL, MAZO GZ, SILVEIRA RA, VIRTUOSO JF, MENEZES EC. Dá juventude à velhice: Sexualidade de idosos praticantes de atividade física. Arq. Catarin. Med. 2013;41(1):43-40.

COSTA AP, COSTA CPJ, ALBUQUERQUE SC. O conhecimento de HIV/AIDS entre os idosos da Unidade de Saúde da Família João Pacheco Freire Filho, Arcoverde – Pernambuco. Saúde Coletiva em Debate.2012; 2(1): 09-19.

LISBOA CR, CHIANCA JCM. Perfil epidemiológico, clínico e de independência funcional de uma população idosa institucionalizada. Rev Bras Enferm.2012; 65(3):482-487.

MORAES KM,VASCONSELOS DP, SILVA ASR, SILVA RCC, SANTIAGO LMM, FREITAS CASL. Companheirismo e sexualidade de casais na melhor idade: cuidando do casal idoso. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol.[Rio De Janeiro].2011;14(4):787-798.

FERREIRA OGL, MACIEL SC, SILVA AO,SANTOS WS,MOREIRA MASP. O envelhecimento ativo sob o olhar de idosos funcionalmente independentes. Rev Esc Enferm USP.2010; 44(4):1065-1069.

OLIVEIRA MA, FRANCISCO PMSB,COSTA KS,BARROS MBA. Automedicação em idosos residentes em Campinas, São Paulo, Brasil: prevalência e fatores associados. Cad. Saúde Pública.2012;28(2):335-345.

ARAÚJO CLO, MONTEIRO ACS. Qual a perspectiva da pessoa idosa em relação ao HIV/AIDS? Revista Temática Kairós Gerontologia.2011; 14(5):237-250.

GAUTÉRIO, D. P,VIDAL DAS,BARLEM JGT,SANTOS SS. Ações educativas do enfermeiro para a pessoa idosa: estratégia saúde da família. Rev. Enferm. UERJ.2013; 21(2):824-828.

Downloads

Publicado

2017-10-19

Como Citar

Vieira dos Santos, N. F., Feitosa Formiga, L. M., Araújo Silva, A. K., Mota, M. da S., Ribeiro Bezerra, G. S., & Hipólito Feitosa, L. M. (2017). AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE SOBRE SEXUALIDADE COM IDOSOS. aúde m edes, 3(2), 162–171. https://doi.org/10.18310/2446-4813.2017v3n2p162-171

Edição

Seção

Artigos Originais